EXPOSIBRAM espera 55 mil pessoas e consagra o retorno dos eventos presenciais

Após longos meses marcados por mudanças drásticas no comportamento das pessoas, por reflexos da pandemia de covid-19, o avanço da vacinação trouxe enfim, em 2022, o gradativo retorno à normalidade e da organização de eventos presenciais. Segundo dados da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (ABRAPE), com a paralisação que atingiu 97% desse setor, em 2020, cerca de 350 mil eventos foram cancelados e o ramo deixou de faturar, ao menos, R$ 90 bilhões.

Neste ano, o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) realizará a Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM 2022) 100% presencial, entre os dias 12 e 15 de setembro, em Belo Horizonte (MG). A expectativa do IBRAM é receber 55 mil pessoas no local do evento, o Expominas BH.

Com a flexibilização das medidas restritivas, em vigor desde 2021, e o retorno à normalidade sanitária, é possível verificar a ocorrência dos eventos presenciais para o mercado voltar a expor suas atividades, novidades e projetos. “Por isso, entendemos que este era o momento de o IBRAM também retomar seus eventos presenciais, seguindo todos os protocolos necessários para a segurança dos participantes”, afirma o diretor de Comunicação do IBRAM, Paulo Henrique Soares.

Ele lembra que a EXPOSIBRAM, no seu formato presencial, sempre movimentou os mercados local e internacional nos quase 40 anos em que tem sido realizada. “Em média, esta exposição internacional sempre contou com um público de visitantes elevado – cerca de 50 mil pessoas frequentam o local nos quatro dias. Além disso, o evento favorece a geração de mais de 3 mil empregos temporários e possibilita que seus expositores negociem contratos importantes para o setor mineral brasileiro, movimentando assim a economia nacional”, explica o diretor de Comunicação do IBRAM.

Considerada um dos maiores eventos setoriais da mineração na América Latina, a EXPOSIBRAM reúne a cadeia produtiva da mineração, que participa ativamente. As principais companhias mineradoras com atuação global e nacional, fornecedores de máquinas, equipamentos e serviços são parte importante dessa engrenagem econômica. Além disso, representantes de instituições de pesquisa e universidades, delegações empresariais e governamentais de diversas nações, entidades de classe, empresas e autarquias ligadas ao setor público, executivos e especialistas de vários segmentos se reúnem para a discussão de temas relacionados à indústria mineral nacional e internacional, em um só lugar.

Nesta edição, a área da exposição contará com mais de 13 mil m² e cerca de 550 estandes. No espaço, serão apresentadas as principais tendências em tecnologia, equipamentos, softwares e outros produtos ligados à indústria mineral, além de dados sobre investimentos, projetos minerários, entre outros assuntos.

Realizado em paralelo à exposição, o Congresso Brasileiro de Mineração atrai a cada edição mais de 1300 participantes entre especialistas, pesquisadores, estudantes e representantes de empresas. A programação contará com palestras, debates, talk-shows com temas de contexto político, socioeconômico global, perspectivas para negócios, tecnologia e inovações, meio ambiente, investimentos, entre diversas outras temáticas.