As servidoras foram alvo da Operação Papuda, deflagrada no ano de 2013, com base em investigações da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), cumpriu mandados de prisão definitiva contra duas policiais penais condenadas pela Justiça por envolvimento em crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e peculato.

As suspeitas estavam com as ordens de prisão decretadas pela Vara Única de Vila Bela da Santíssima Trindade, condenadas a mais de 10 anos de pena, além da perda do cargo, por facilitar a entrada de drogas e aparelhos celulares na Cadeia Pública do município. 

As duas policiais penais foram alvo da Operação Papuda, deflagrada pela Polícia Civil, em abril de 2013, após investigações conduzidas pelo Núcleo de Inteligência da Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade.

Segundo o delegado titular de Vila Bela, João Paulo Berté, nas investigações, as duas policiais penais, que na época estavam em estágio probatório, foram identificadas como facilitadoras da entrada de objetos ilícitos, como drogas, bebidas alcóolicas e aparelhos celulares na cadeia.

A prisão das foragidas ocorreu, nesta segunda-feira (02), na cidade de Pontes e Lacerda, durante a operação Horus/Vigia, deflagrada para combater os crimes na faixa de fronteira Brasil/Bolívia. Após terem as ordens judiciais cumpridas, as suspeitas foram colocadas à disposição da Justiça. 

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.