Em entrevista coletiva agora pela manhã foi esclarecido pela Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) maiores informações sobre a operação de ontem (segunda-feira; 20 de junho) em uma das etapas da Operação Comando da Lei, com cumprimento de oito mandados de prisão e de busca e apreensão contra investigados por um homicídio cometido a mando de organização criminosa.

Nesta investigação, o Núcleo de Repressão a Homicídios praticados por integrantes de organizações criminosas da DHPP apurou o assassinato de Enderson Júlio da Silva Leite, 23 anos, ocorrido no ano passado, em Várzea Grande.

O corpo foi localizado no dia 13 de maio de 2021, na região do bairro Formigueiro, já em estado de decomposição. Ele estava com mãos, pés e o pescoço atados. A vítima ficou desaparecida por mais de uma semana, depois de ser retirada de sua residência na tarde do dia 06 de maio, no residencial São Benedito, por um três pessoas que a obrigaram a acompanhá-las.

Familiares registraram o desaparecimento de Enderson no Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP e com a localização do corpo, as investigações passaram para o núcleo que apura crimes cometidos a mando de organizações criminosas.

Conforme o inquérito conduzido pelo delegado Caio Fernando Albuquerque, os investigados – de 26, 31, 28 e 45 anos – respondem pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e integração de organização criminosa. Além desses crimes, a equipe da DHPP apurou seis tentativas de homicídio praticadas pelo mesmo grupo.

A Operação Comando da Lei é realizada com o efetivo da DHPP de Cuiabá e apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil e do Centro Integrado de Operações Aéreas de Segurança Pública (Cioaper).

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.