A Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais ouviu na tarde desta segunda-feira (28) representantes do Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema/MT) e Defesa Civil sobre as ações preventivas sendo realizadas para combater os incêndios no Pantanal.

O presidente do Sindicato Rural, Raul Santos Costa Neto e o Vereador Dudu Carrapato representam Poconé na Comissão.

O vereador do município pantaneiro, Dudu Carrapato mostrou preocupação sobre as ações da SEMA e em linguajar pantaneiro “QUEBROU O POTE E COBROU DA SEMA QUE ENCONTRE A RUDIA”, ou seja: “Onde estão os recursos? Onde estão as melhorias na estrada? Pra que contratação de caminhões pipa, sem se preocuparem com estradas e pontes? Como que a SEMA envia comunicado para pantaneiros alertando sobre desmatamento baseando-se em aceiros que a própria SEMA autorizou?” questionou o vereador.

O parlamentar de Poconé argumentou sobre as poucas maquinas destinadas para limpeza do pantanal e que as existentes do governo do estado em parceria com a ADEPAN ficam somente a disposição da estrada Transpantaneira, esclarecendo que se as queimadas ocorrerem as demais estradas vicinais estão intransitáveis.

Além do absurdo da possível compra ou contratação de possíveis 100 carros pipas sem oferecer estradas para eles transitarem, houve ainda questionamento dos poços que já deveriam ter sido construídos, pois afinal onde os carros pipas iram abastecer?

Sobre as pistas de pouso, as autoridades afirmaram que Poconé possui 05 pistas, no entanto Dudu Carrapato contestou os dados afirmando que “No papel tem cinco, no entanto com condições de uso são somente três”.

Além de afirmar que somente a Transpantaneira está transitável para combate aos possíveis incêndios no pantanal o parlamentar cobrou urgência na manutenção das estradas: “Ribeirinha Armando leite, Acesso a Fazenda Sararé, Fazenda São Miguel, após a fazenda Santa Isabel dando acesso a Fazenda Santo Antonio, Cambarazinho entre outros”.

 “O pantaneiro sempre alertou sobre as queimadas, o resultado foi à catástrofe de 2020, e agora tem técnicos da SEMA que insistem em burocratizar os manejos, isso é inadmissível. Não podemos recuar temos que ter ações concretas. Não adianta 200 abafadores se atividades reais. Somos do bem, estamos defendendo o pantanal e o home pantaneiro, aqueles que emprega, gera renda nesse estado, precisamos de mais respeito, quem cuida disso tudo durante anos somos nós, o pantanal sempre foi preservado pelo homem pantaneiro”, desabafou o Dudu Carrapato.

A comandante do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Jusciery Rodrigues Marques, citou diversas ações como o treinamento de 300 pessoas de comunidades pantaneiras para o primeiro combate do fogo, o fornecimento de abafadores de fogo e a realização de cursos. Ela destacou também a contratação de brigadistas e a aquisição de aeronaves. 

O secretário-adjunto de Proteção e Defesa Civil, coronel BM Cesar Brum, ressaltou que este ano será usada uma rede estadual de emergência com rádios amadores, que vai ajudar no combate ao fogo.  E também disse que a Defesa Civil tem trabalhado para equipar o Corpo de Bombeiros Militares. 

A Sema foi representada pelo coronel Marco Aurélio Alves que citou a aquisição de uniformes para combatentes de incêndios florestais, com equipamentos de proteção de individual (EPIs), a distribuição de veículos e a compra de 45 drones. Ele informou ainda que a compra de caminhões pipa foi iniciada, mas a entrega pode ser feita em até 180 dias, chegando apenas no final do segundo semestre. 

Todas as demandas apresentadas foram anotadas pelo presidente da comissão, deputado estadual Carlos Avallone (PSDB), que garantiu que vai trabalhar para encontrar soluções para os problemas. De acordo com o parlamentar, a prevenção a incêndios será tema de nova reunião da comissão em 30 dias.

Entre as demandas, ficou acordado que o vereador de Poconé, Dudu Carrapato, com apoio do Deputado Carlos Avallone (Ambos do PSDB), irá protocolar um requerimento solicitando que os equipamentos que estão a disposição da ADEPAN possam atender as necessidades de limpeza do pantanal, bem como será solicitado mais uma Patrulha Mecânica, sendo motoniveladora (patrol), Carregadeira e Caçamba, junto a SINFRA ou que o governo do Estado proceda a locação, tudo para atender a demanda.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta