Informações do inicio da noite de ontem (09) dão conta que George da Costa Melo, de 39 anos, foi transferido do HMC para um hospital particular. Os demais colegas já se recuperaram dos ferimentos e foram liberados.

Três pessoas que estavam no avião que caiu em Poconé, a 103 km de Cuiabá, na manhã de domingo (8), receberam alta médica nesta segunda-feira (9). A quarta vitima, o médico George Melo, de 39 anos, passou por uma cirurgia e continua internado.

George Melo; Foto: Facebook

O grupo foi para a região de Poconé para pescar neste fim de semana, no entanto, por causa da falta de combustível, a aeronave caiu e os quatro foram encaminhados com ferimentos a unidades de saúde.

De acordo com a equipe de resgate que os atendeu, a situação mais grave é a de George. Ele teve um corte na região da barriga e fratura exposta no ombro no momento da queda.

Ainda nesse domingo, o médico passou por uma cirurgia no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Já nesta segunda-feira foi transferido para um hospital particular.


Queda da aeronave

Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto contou que saiu de Porto Jofre sentido Cuiabá, no entanto, após decolar, percebeu que faltava combustível e tentou voltar para Poconé. Ele ainda tentou fazer um pouso forçado, mas a aeronave acabou caindo e teve a frente destruída devido ao impacto.

Um trabalhador da região disse que viu o momento da queda. Segundo ele, o piloto conseguiu desviar do barracão de uma mineradora da região, mas acabou batendo em um barranco.

Essa foi a a terceira queda de aeronave que os bombeiros atenderam em Poconé neste ano.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta