A AMEA- Associação Mato-Grossense de Educação Ambiental apresenta projeto inovador que auxiliará nos combates aos incêndios na região do Pantanal Mato-grossense

Por intermédio da Secretária Municipal de Meio Ambiente, Daniele Assis, na manhã desta terça-feira (27/07), o Prefeito Tatá Amaral, esteve reunido com os representantes da AMEA – Associação Mato-Grossense de Educação Ambiental, a Presidente Agnéia Siqueira e o Coordenador do Projeto, Rodolfo Fares Paulo, para ouvir a respeito da implantação de um dispositivo tecnológico que promete auxiliar na prevenção e combate as queimadas na região do Pantanal de Mato Grosso.

O sensor vai ajudar a identificar áreas com foco de calor, coletando a maior quantidade de informação do ambiente onde está instalada, captando as informações e enviando os dados através do sistema, para um aplicativo que ficará disponível para todos os interessados (Corpo de Bombeiros, SEMA, SMAM), no qual mostrará em tempo real, se há risco de incêndio e emitir um alerta as equipes, para que a ação de combate possa ser executada com mais celeridade e precisão.

Segundo a Presidente da AMEA, Agnéia Siqueira, serão cerca de 20 (vinte) torres com os dispositivos espalhados pelo Pantanal Mato-Grossense, porém, não se sabe ao certo, quantas exatamente ficarão no município de Poconé, mas que os bombeiros já estão realizando os processos de análise topográfica. Inicialmente, havia a pretensão de que os dispositivos fossem instalados já no mês de julho, para estar operacionalizado no mês de agosto, mas a instalação das torres está condicionada à liberação do recurso.

Para o gestor municipal, isso é de grande valia para o pantanal mato-grossense, tendo em vista as queimadas do ano anterior, bem como a probabilidade alta de estiagem esse ano, o que torna bastante útil e necessário a implantação desse sistema em toda a região “É de suma importância e de grande valia para nós, portal de entrada do pantanal, a implantação desses dispositivos em nossa região, pois acompanhamos de perto, todo o trabalho que tivemos no ano anterior, devido às fortes queimadas que ocorreram no pantanal, porém, precisamos primeiro do plano de trabalho para analisarmos o projeto e realizarmos uma reunião com todos os envolvidos e interessados, para que possamos dar andamento ao projeto” destacou o prefeito.

O projeto foi idealizado pela AMEA- Associação Mato-Grossense de Educação Ambiental, através da presidente e do Diretor de projetos, Rodolfo Fares Paulo, ainda conta com os coordenadores do projeto, os doutores, Ana Paula Giacomassi e Arquimedes Luciano. Como parceiros do projeto estão o Sr. Heric Hamilton da faculdade de Pupperdine e o Sr. Hélio Takai da Pratt Instituto da Califórnia, bem como, ainda conta com apoiadores os países do México, Namíbia, Quênia e Estados Unidos.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta