Em quatro fases da operação, oito adultos foram presos e um menor apreendido por envolvimento no crime

Mais um envolvido no crime de roubo de gado ocorrido no mês de janeiro no município de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil com apoio da Polícia Militar, nesta segunda-feira (12.07). A prisão foi realizada dentro da quarta fase da “Operação Boi Brabo”, deflagrada com base em investigações da Delegacia de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá).

O suspeito foi apontado como um dos executores do roubo que também contou com a participação de outros suspeitos, entre eles, um menor de idade. No total, oito pessoas envolvidas no roubo foram presas nas quatro fases da operação.

O adolescente que teve a participação identificada foi apreendido por força de mandado de internação por envolvimento em outro roubo na cidade, sendo também representada pela ordem de internação por envolvimento neste caso.

Os suspeitos respondem pelos crimes de roubo majorado pelo concurso de pessoas, restrição de liberdade das vítimas e pelo emprego de arma de fogo e associação criminosa armada. Segundo o delegado, Maurício Pereira Maciel, nas investigações foram instaurados dois inquéritos policiais, que já foram concluídos e estão na 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

“Em relação ao primeiro inquérito, cindo presos foram denunciados e no segundo, são mais três denunciados, totalizando oito presos, sendo um deles em flagrante no dia do crime e sete por força de mandado de prisão, além do menor apreendido”, explicou o delegado.

Relembre o caso

O crime ocorreu no dia 05 de janeiro, em uma propriedade na zona rural de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá), quando funcionários e suas famílias foram rendidos e mantidos como reféns, trancados em um dos cômodos da sede da fazenda por aproximadamente 19 horas.

Do local foram roubados 82 cabeças de gado, cada uma avaliada em torno de R$ 2,5 mil,  localizadas e recuperadas pelos policiais civis e militares poucas horas depois do crime. Na ocasião, uma pessoa foi presa em flagrante delito.

No decorrer das investigações para esclarecimento do roubo, foram ouvidas várias pessoas, entre suspeitos, testemunhas e vítimas, bem como foram colhidos indícios e diversos elementos de prova que possibilitaram a representação dos mandados e deflagração de quatro fases da operação.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta