Um homem suspeito de ameaçar as ex-companheira, descumprindo as medidas protetivas de urgência impostas pela Justiça, teve o mandado de prisão preventiva cumprido nesta segunda-feira (28.06), após ter o pedido representado pela Polícia Civil, em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá).

Mesmo após as medidas protetivas serem deferidas no dia 27 de dezembro de 2020, o suspeito continuava procurando a vítima, fazendo ameaças constantes, além de tratá-la de forma pejorativa, utilizando de palavras de baixo calão.

A vítima decidiu denunciar novamente o ex-companheiro após o suspeito pegar o filho do casal, não devolver e ainda encaminhar mensagens dizendo que mataria a vítima, chegando a dizer que daria “um tiro na cara” da ex-companheira.

Com base nos fatos, o delegado Maurício Pereira Maciel representou pelo mandado de prisão preventiva do agressor que foi deferida pela Justiça e cumprida pelos policiais da Delegacia de Poconé nesta segunda-feira (28).

“Neste caso, a prisão preventiva do representado se justifica não apenas pelo possível descumprimento da medida protetiva anteriormente imposta, mas também pela possibilidade concreta de ofensa física à vítima, uma vez em que a indícios de que ele a ameaçou de morte”, disse o delegado.

O suspeito foi conduzido à Delegacia de Poconé para as providências cabíveis e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta