POCONÉ: Homem é morto com várias facadas no Distrito de Cangas

Um homem de 53 anos foi assassinado na noite do último sábado (21) em Poconé (a 100 km de Cuiabá) com golpes de faca. A vítima, identificada como Alberto Germano de Souza, foi encontrada caída em uma rua atrás da rodoviária do Distrito.

Ao ser acionada, a polícia chegou ao local e encontrou o corpo do homem no chão encoberto com um pano branco. Os agentes acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constataram o óbito no local.

Populares relataram à polícia que a vítima tinha uma suposta rixa com 03 pessoas, uma dessas pessoas foi identificada; que por sua vez, teria ido provocar Alberto várias vezes em sua casa.

Ainda segundo consta no BO, Alberto e o suspeito eram usuários de entorpecentes. Porém, no dia do crime, a vítima não teria ingerido bebida alcoólica ou consumido qualquer substância alucinógena.

A equipe do Samu entregou à polícia um celular e relatou que o aparelho havia sido encontrado por terceiros próximo do local do crime e que o telefone não era de Alberto. Porém, os socorristas informaram aos policiais que havia um outro celular junto a roupa que a vítima vestia.

A arma do crime não foi encontrada. A Polícia Civil investiga o caso e um suspeito de 22 anos é procurado.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.