Final de semana foi marcado por registros de descumprimento de decreto preventivo da covid-19 e vandalismo em espaços públicos, por alguns grupos de pessoas, bem como crime de baderna e violação de sossego na cidade de Poconé em Mato Grosso.

Veja NOTA DE REPÚDIO:

A Prefeitura de Poconé vem a público manifestar completo repúdio e indignação com o ato de vandalismo ocorrido nas noites de sexta-feira (17/09) e sábado (18/09), onde jovens e adolescentes estiveram reunidos na entrada da cidade (Castelinho) e na praça Joaquim Tébar (Praça da Matriz), local de uso público para fazerem o uso de bebidas alcoólicas e ouvirem músicas por meio de veículos com som automotivo, descumprindo com o decreto municipal que proibi aglomerações e o uso de bebidas em praça pública.

Devido a tais eventos, na manhã deste domingo (19/09), as localidades amanheceram com grande acúmulo de sujeira causado por uma minoria que com a flexibilização do decreto, se reuniram nesses locais desrespeitando não só as medidas restritivas, bem como as famílias que moram próximas as essas regiões.

Esse tipo de atitude entristece a comunidade não só pelo transtorno causado aos vizinhos mas como também a aqueles que frequentam esses espaços e hoje o encontraram dessa forma, como mostramos nas fotos acima. A Secretaria Municipal de Infraestrutura, informa que uma equipe do Departamento Municipal de Limpeza Urbana, ja está no local realizando a limpeza.

Espaços públicos são de uso comum e sendo assim é dever de todos cuidar e zelar pela preservação dos ambientes coletivos, onde vale ressaltar que segundo o Art. 2º “É proibido jogar lixo de qualquer natureza em praias, rodovias, rios, ruas, praças e logradouros públicos, observados os dispostos na lei nº 12.305, de agosto de 2010…

“Por fim, a Prefeitura não concorda, não compactua e repudia de todas as formas, a atitude de pessoas que utilizam desses espaços para realização de eventos que venham a prejudicar e colocar em risco a saúde da nossa população, levando em conta que mesmo com o baixo índice de contaminação pela covid-19 em nosso município, a pandemia ainda não acabou.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta