Recentemente um termo de cooperação técnica foi assinado pelo Prefeito de Poconé Tatá Amaral e o Instituto de Terras de Mato Grosso (INTERMAT), com objetivo de dar continuidade ao levantamento e consequentemente entrega dos títulos urbanos para as famílias que tenham suas residências em terras pertencentes ao governo do estado na zona urbana do município de Poconé (100 km da capital Cuiabá).

Na primeira visita técnica da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Econômico do município ao Intermat, o Secretário Amaral Junior e Diretor da pasta Antônio Carlos Vaz, foram recebidos pela Gerente de Projetos Urbanísticos, Janice Maria Silva Braga acompanhada das assistentes sociais, Sonia Moura e Daniela Silvestre.

Poconé está realizando através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, com apoio de outras secretarias e deliberação do Conselho Municipal de Regularização Fundiária, várias ações na zona urbana e zona rural do município, entre os parceiros está o Instituto de Terras de Mato Grosso e os Defensores Públicos Munir Feguri e Air Praieiro Alves, que atuam no Núcleo de Regularização Fundiária do Estado de Mato Grosso.

A chegada do sonhando título é aguardado por algumas famílias do município, dentro da proposta de pactuação estão previstas as primeiras ações no Bairro Cidade Rosa (Cohab Nova) estendido a Vila André Maggi e após a finalização do Bairro Santa Tereza.

“Somente com o imóvel escriturado é que o cidadão pode ser legitimado como proprietário legal, podendo realizar a venda do mesmo, reformar e construir com segurança. Além disso, somente com essa documentação são oportunizadas linhas de crédito e financiamentos, usando o bem como garantia”, destaca Amaral Junior.

O Intermat é o órgão do Governo de Mato Grosso responsável pelos trabalhos de regularização de terras que gera títulos urbanos e rurais aos proprietários, garantindo posse definitiva.

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.