A falta de colaboração de boa parte da população pode ser um dos principais fatores para o crescimento do número de casos positivos de covid-19 em Poconé (100 km de Cuiabá-MT). Desde o início da pandemia, a cidade já registrou 76 (setenta e seis) óbitos pela doença.

No mais recente boletim epidemiológico, emitido no último domingo (01/08) pela Secretaria Municipal de Saúde, mostra que, atualmente, o município pantaneiro apresenta 246 pessoas em isolamento social, 33 com suspeita e 10 pessoas internadas por complicações da doença sendo 01 (uma) em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 09 (nove) em enfermaria.

O crescimento pode ser justificado pelo descumprimento do distanciamento social, falta do uso de máscara, aglomerações nas portas de agências bancarias e, principalmente, nas festas/resenhas familiares e “clandestinas (proibidos)” onde, na maioria, ou em todas, não há o mínimo cuidado por parte dos participantes.

Nossa reportagem registrou fotos do grande número de pessoas que foram para fazer o teste na manhã desta segunda-feira (02/08) no Centro de Triagem do Covid-19 (antigo PAM). Segundo os servidores do local, todo início de semana é assim, pois, nos finais de semana, infelizmente, grande parte da população não colabora e faz inúmeras festas sendo, a maioria, clandestinas, sem os mínimos cuidados preventivos e com elevado consumo de bebidas alcoólicas.

A equipe de fiscalização do covid-19 confirma que também há grande dificuldade em controlar o avanço da doença, pois, com o maior rigor na fiscalização, muitos têm buscado ir para lugares mais afastados do perímetro urbano, ou seja, vão para sítios ou chácaras distantes para atrapalhar o serviço de fiscalização e da Polícia Militar.

O prefeito de Poconé, Tatá Amaral, pede para que a sociedade entenda o período crítico de aumento de mortes, internações e contaminação e colabore com o município para combater a doença, pois, o Poder Público está fazendo a sua parte através do avanço das campanhas de vacinação, inclusive, no público jovem acima de 18 anos.

O distanciamento social, de acordo com a comunidade científica, é uma medida fundamental para reduzir o contágio e, consequentemente, o número de mortes.

DICAS IMPORTANTES:

1 – Quais os sintomas do Coronavírus?

– Mais comuns são: tosse, febre, coriza e dor de garganta.

– Sintomas associados: perda de olfato e de paladar e há, ainda, sintomas menos comuns, como conjuntivite, náuseas, dor de estômago, diarreia, dor de cabeça e lesões de pele e alteração do nível de consciência.

2 – Quais são os tipos de testes mais usados durante a pandemia de covid-19:

– RT-PCR (Swab) e Teste Rápido.

3 – Como está sendo realizado em Poconé?

– Os testes estão sendo realizados GRATUITAMENTE, na antiga unidade de pronto atendimento médico (PAM) do município.

– Para a realização do teste, os usuários deverão levar documento de identidade que cite o número de CPF e cartão do SUS.

– Dias e Horários de funcionamento: Segunda a Sexta-feira das 07h às 10h e das 13h às 16h. Nos feriados e finais de semana, o atendimento será realizado normalmente na unidade de pronto atendimento (UPA), localizada na Rua Dr. Cid Nunes da Cunha, Bairro Cohab Santa Teresa.

OBS.: Os resultados positivos serão acompanhados pelo PSF de origem/bairro.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo fone: (65) 3345-2534.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta