POCONÉ: Dois são presos por tentar furtar ouro de mineradora

Dois homens identificados pelas iniciais G.R.S. e G.F.P. foram presos pela Polícia Militar de Poconé (a 100 km de Cuiabá), na semana passada (Quarta-feira – 19), após furtarem “resumo” de minério, material resultante do processo de moedura da terra para encontrar o ouro. processo onde a terra foi moída para encontrar ouro. O material furtado da empresa Mineradora Rio Piranema. Eles queriam saber se havia ouro no “resumo”.

Informações recebeidas pela reportagem do MidiaJur apontam que os proprietários da mineradora perceberam o furto do material e chamaram a Polícia Militar já no início da noite.

Um micro-ônibus da própria empresa foi parado e abordado por uma equipe da PM. Dois funcionários estavam com sacolas plásticas com grande quantidade do material onde se extrai o ouro. As sacolas estavam dentro da mochila de um dos suspeitos.

Questionado pelos policiais, o suspeito G.R.S. e G.F.P. confirmaram o furto e relataram estar praticando o crime há mais de um semana.

O suspeito G.F.P. disse também que pegava o material para fazer teste com o objetivo de saber se tem ouro, mas que foi somente algumas vezes que fez isso.

Os dois receberam voz de prisão e levado para a unidade da Polícia Civil de Poconé, que vai investigar o caso.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta