A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) decidiu que a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da Assistência Social deveriam acontecer tendo em vista os riscos que esses profissionais enfrentam no atendimento social durante a pandemia.

A deliberação foi precedida de uma resolução técnica. “A Assistência Social é um serviço essencial e não parou em nenhum momento, pois milhares de pessoas precisam da ajuda do Governo. Os profissionais que trabalham nessa área se expõem ao risco e precisam ter essa garantia da imunização”, disse o governador Mauro Mendes. 

“É essa equipe que leva alimentos, auxilio e bem estar para as famílias em tempo de pandemia, estou feliz pela decisão de todos os municípios do estado vacinarem seus profissionais”, declarou a primeira Dama Joelma Gomes, Secretária Municipal de Assistência Social, Emprego e Renda de Poconé.

A primeira-dama do estado Virgínia Mendes elogiou a iniciativa da CIB, quando foi decidido pela vacinação e se pronunciou: “Recebo a notícia com muita alegria! O papel dos profissionais da assistência social tem sido fundamental no atendimento daqueles que mais sentiram os impactos da pandemia. Considero a área social tão importante quanto a saúde, ambos na sua área atuando na linha de frente contra o coronavírus. Nossos programas sociais conseguem alcançar quem mais precisa graças a esses profissionais. Agradeço e parabenizo o secretário Gilberto Figueiredo e toda a sua equipe pelo belíssimo trabalho!”, disse.

Compartilhe.

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta