A Polícia Militar, por meio do 22º Batalhão, prendeu três homens por roubo seguido de morte, na segunda-feira (27), em Peixoto de Azevedo. Para ficar com o dinheiro da vítima, identificada como Solimar Mendes da Silva, de 58 anos, os suspeitos atiraram no homem e colocaram fogo na vítima.  

Os policiais receberam informações de que um dos suspeitos do roubo seguido de morte estaria em uma vila. A equipe da PM foi até o local apontado e prendeu um dos suspeitos, que relatou que no sábado (25.12), a vítima estava em uma confraternização natalina ostentando dinheiro e que os suspeitos se reuniram para roubar a vítima e que a partir disso passaram a monitorar durante toda a madrugada o homem. 

O suspeito contou que um dos envolvidos no latrocínio emprestou a motocicleta Honda para ele e o outro comparsa executarem o crime; e que um deles teria atirado no homem com uma espingarda calibre 28 e, em seguida, pegaram a quantia de R$ 3 mil da vítima e depois utilizaram óleo queimado para colocar fogo no homem; que morreu carbonizado.

Diante das informações, a PM deu sequência as diligências e prendeu os dois homens que participaram do crime. Na ação, os policiais apreenderam duas espingardas calibres 28 e 20 e munições. A polícia descobriu que no dia seguinte ao crime, os suspeitos estiveram em estabelecimento comercial e teriam consumido cerca de R$ 1 mil reais no local. Os três suspeitos foram conduzidos  à Delegacia de Polícia Judiciária Civil.  

Deixe um comentário

Deixe uma resposta