Funcionários de uma empresa de compra de ouro localizada em Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá) passaram por momentos de tensão no começo da noite de terça-feira (4). Um homem tentou roubar a loja e ainda fez 4 trabalhadores reféns para evitar ser preso.

Segundo as testemunhas, o homem de 29 anos chegou ao local armado e rendeu a caixa da empresa, exigindo que ela entregasse dinheiro e o ouro. Quando ele pegava os valores, a Polícia Militar chegou ao local, momento em que ele rendeu a caixa e mais 3 funcionários.

Ele deu um tiro na porta de vidro na entrada, para afastar os policiais. A empresa foi isolada e os policiais começaram a negociação com o criminoso. Foram 3 horas de trabalho até que ele liberasse todos os reféns.

O bandido se rendeu e estava com ferimentos nas mãos e braços pelos estilhaços do vidro em que ele atirou. O homem foi levado para cuidados médicos no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo e depois para a delegacia.

Na checagem criminal, constaram várias passagens no Pará e também 3 mandados de prisão em aberto no Tocantins e Pará por crimes como homicídio e roubo. Também foi averiguado que ele fugiu este ano de uma delegacia em Novo Progresso (PA).

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta