CULTURA:

A Academia Lítero-Cultural Pantaneira (ACADEPAN) é uma associação formada por escritores intelectuais, filósofos, artistas plásticos, cantores, mestres da cultura popular, músicos, produtores culturais, cineastas, dançarinos, entre outros. Cidadãos dos municípios pantaneiros de Mato Grosso, sendo: Poconé, Cáceres, Nossa Senhora do Livramento, Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço; havendo ainda a participação de Cuiabá e Várzea Grande.

No Último domingo, 22 de janeiro, a Academia reuniu seus Imortais Membros; Seus Comendadores (as); Movimentos Culturais; Produtores Culturais e Amigos para prestigiar as atividades alusivas ao seu aniversário de 12 anos de criação que foi realizado em Poconé, sua cidade sede.

FÉ:

Às seis horas da manhã de domingo (22), aconteceu a Cerimonia Religiosa, com Missa em Ação de Graças, na Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário.

IDENTIDADE PANTANEIRA:

Em seguida, por volta das sete e meia da manhã, os membros e convidados seguiram para o Auditório do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais SISMUP, na Avenida Dom Aquino, para café da manhã pantaneiro.

A partir das oito horas da manhã teve início a Solene Anual da ACADEPAN pelo seu aniversário. Os imortais vestiam suas lindas ‘Toga’, de cor verde musgo e detalhes dourados e os convidados, com muita elegância de traje passeio e esporte fino.

APRESENTAÇÃO CULTURAL:

Logo no inicio houve “intervenção cultural”, com “stand up”, do ator e humorista Vital Siqueira trazendo a personagem “Comadre Pitu”.

Vital Siqueira e sua personagem foram condecorados em 2015 com o Título Honorífico de Comendador da Cultura Pantaneira.

DESPERTAR DE IMORTAL:

Em um momento impar da cerimonia foi feito a acolhida do Ilustre Filósofo Professor Mestre João Clarindo da Silva, ao qual ‘despertou’ (Termo Acadêmico para retorno) voltando a ocupar a cadeira 15 da instituição.

Recepcionado pela Escritora, Professora e Poetiza Zita Eliney da Conceição, Mestre João Clarindo, teve das mãos do Presidente, Imortal Luís Antônio de Oliveira Cunha, a OUTORGA da vestimenta de TOGA.

MOMENTO DA SAUDADE:

Com a presença de amigos (as) e familiares do saudoso Ilustre Artista Plástico, Mestre da Gastronomia Regional, Membro da Irmandade do Divino Espírito Santo, Élson Luiz Figueiredo, que partiu em março de 2021 (Em memória), a Academia realizou o “Momento da Saudade” que é o ato de despedida do Imortal, que ficou para posteridade.

Em um espaço de destaque e honra estava um quadro e a Toga do homenageado, em seguida o presidente Luís Antônio se aproximou dos familiares e realizou o ATO de  “DEVOLUÇÃO DA TOGA” pra família.

Bruna Figueiredo, filha do homenageado, foi a escolhida pela família para fazer pronunciamento.

PROTOCOLO DE CORRESPONDENCIAS PARA OS FUTUROS ACADÊMICOS:

Tendo sido votado em reuniões anteriores a entrada de novos membros para Academia, aos quais irão ocupar ASSENTOS nas cadeiras vagas, foram mencionados quatro novos futuros membros, que se dirigiram a Mesa da Presidência e receberam suas correspondências oficiais de convites.

Foram convidados: o Senhor Fernando Fernandes de Bessa para ocupar a Cadeira 22 (VACANTE da saudosa Artista Plástica, Produtora Cultural Maria Francisca da Silva); o Senhor Carlos Ângelo da Cruz para ocupar a Cadeira 35, espaço nunca ocupado anteriormente; o Senhor Luiz Antônio Machado Tolotti para ocupar a Cadeira 36, espaço nunca ocupado anteriormente representando o município de Cáceres; e a Senhora Jucylma Maria Silva Trentin para ocupar a Cadeira 09 (VACANTE do Saudoso Artista Plástico Élson Luiz Figueiredo).

Antes do encerramento foi apresentado o calendário de atividades da entidade que garante realizar ume vento a cada mês deste ano de 2023.

ACADEPAN:

A Academia tem finalidade exclusivamente literária, artística, cultural e histórica. Buscando sempre incentivar o interesse pelo idioma nacional, respeitando o dialeto regional valorizando as literaturas nacional, estadual e municipal. Valorizando a arte e a cultura local – pantaneira -, promovendo e difundindo; quando capaz, incentivando, contribuindo, incitando às autoridades responsáveis nas ações diretas de eventos literários, folclóricos, tradicionais, artísticos e culturais que venham de encontro direto a realidade da grande maça popular.

DIRETORIA EM EXERCÍCIO:

Presidente: Imortal Luís Antônio de Oliveira Cunha

Vice Presidente: Imortal Natalice Soares da Silva

Secretária: Imortal Josenira Cássia de Souza Rosa Fernandes

Tesoureiro: Imortal Walney de Souza Rosa

IMORTAIS:

Insignes Membros:

01 – Ilustre Jornalista, Escritor e Produtor Cultural – Walney de Souza Rosa

02 – Ilustre Maestro Regente, Cronista e Contista Marcos Lucio Moreno

03- Ilustre Professor e Poeta Vicente Lídio dos Santos

04 – Ilustre Escritora e Poetisa Zeila Cecília da Conceição e Silva

04 – Ilustre Musicista, Cantora, Gestora Cultural e Produtora Cênica Josenira Cássia de Souza Rosa Fernandes

05 – Ilustre Historiadora Popular Maria Piedade de Almeida Ribeiro

08 – Ilustre Doutora, Escritora e Mestra em Geografia Gizelle Prado da Silva Fonseca

10 – Ilustre Professora Cantora Maria Rosa Rondon Monge dos Santos

11 – Ilustre Escritora e Poetisa Angela Beatriz Prado Moura

12 – Ilustre Escritor, Professor Adalberto Antonio Pagiolli

13 – Ilustre Professora Ana Lúcia Arruda e Silva

14 – Ilustre Professora Maria Avelina Sales

15- DESPERTADO: Ilustre Filósofo Professor Mestre João Clarindo da Silva

16 – Ilustre Intelectual, Poetisa Angela Oneide Caporossi Arruda

17 – Ilustre Cavaleiro de São Benedito Evaristo Flumêncio da Silva

18 – Ilustre Escritora, Professora e Poetiza Zita Eliney da Conceição

19 – Ilustre Escritora, Professora e Poetiza Maria Cândida de Arruda Martins

20 – Ilustre Professor e Escritor Honório Laucídio Galvão

21 – Ilustre Músico, Instrumentista e Poeta Orivaldo Ramos Costa

23 – Ilustre Líder do Grupo Mascarados João Benedito da Silva

24 – Ilustre Cururueiro Benedito Pinto de Moraes

25 – Ilustre Escritor e Historiador Francisco Idelfonso Campos

26 – Ilustre Músico e Cantor Orestes Gregório do Nascimento

27 – Ilustre Escritor e Pesquisador Emílio Antunes

28 – ADORMECIDO Ilustre Cineasta Cleunésio Antonio Prolo

29 – Ilustre Defensora Cultural Nilce Evangelista Martins da Silva Campos

30 – Ilustre Produtora Cultural do Siriri Domingas Eleonor da Silva

31 – Ilustre Musicista e Regente Maria Madalena Souza Pinto

32 – Ilustre Ativista Social e Maestro Jeferson Gonçalo Ribeiro

33 – Ilustre Produtora Cultural, Professora Natalice Soares da Silva

34 – Ilustre Produtor Cultural e Coreografo Luís Antônio de Oliveira Cunha

Em Memória – Insignes Membros Saudosos:

07 – Ilustre Artista Plástico, Mestre da Gastronomia Regional, Membro da Irmandade do Divino Espírito Santo, Élson Luiz Figueiredo

09 – Ilustre Intelectual, Membro da Irmandade de São Benedito José Salvador de Arruda Santos

22 – Ilustre Artista Plástica, Produtora Cultural Maria Francisca da Silva

Compartilhe.

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta