Nesta terça-feira (29), o Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos anunciou três novas medidas para aumentar a eficiência e reduzir os encargos para o sistema geral de imigração legal. O órgão vai definir novas metas de redução de pendências em toda a agência, expandir o processamento premium para outros tipos de formulário adicionais e trabalhar para melhorar o acesso aos documentos de autorização de emprego.

Para reduzir o número de casos pendentes, o USCIS irá estabelecer novas metas de tempo de ciclo interno, que são métricas internas feitas para orientar a equipe de trabalho na redução de pendências do órgão e afetam o tempo que a agência leva para organizar os processos.

À medida que os tempos de ciclo melhoram, os tempos de processamento seguirão e os imigrantes receberão as decisões sobre seus casos mais rápido. O órgão promete aumentar a capacidade, melhorar a tecnologia e ampliar a equipe de trabalho para atingir as novas metas até o final do ano fiscal de 2023.

O USCIS também pretende começar a implementar, por meio de uma abordagem em fases, a disponibilidade de processamento premium do Formulário I-539, Formulário I-765 e Formulário I-140 no ano fiscal de 2022.

Sobre o acesso a documentos de autorização de emprego, o USCIS diz que os processos começaram a ser simplificados quando estenderam os períodos de validade e forneceram renovações aceleradas de autorização de trabalho para profissionais de saúde e creches. Uma regra final temporária visa aproveitar esse progresso e garantir que certos imigrantes não percam o status de autorização de trabalho enquanto os pedidos estiverem pendentes.

Para a advogada de imigração Renata Castro, fica evidente que o governo Biden visa acelerar certos processos, o que não quer dizer que uma decisão mais rápida resultará em uma aprovação: “É importante usar critério nas decisões de solicitar uma resposta mais rápida por meio do processamento premium, mas, sem dúvida, para a comunidade de imigrantes, isso pode ter consequências positivas”.

As ações divulgadas nesta terça visam a redução do número de casos e o trabalho com mais agilidade, além de garantir que serviços justos e eficientes estejam disponíveis para solicitantes e peticionários.