Operações Aéreas para combate aos incêndios florestais

Os cuidados para o período de seca que chegará ao estado de Mato Grosso foi tema de debates na semana passada pelo Corpo de Bombeiros Militar do estado (CBMMT) ao reazlizar o 3º Encontro de Operações Aéreas no Combate aos Incêndios Florestais de Mato Grosso. O evento (15.06) aconteceu no auditório da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja-MT), parceira na ação, reuniu 100 pilotos agrícolas de diversos Estados para transmitir conhecimento teórico, além das técnicas de combate incêndios florestais com uso de aeronaves.  

“Estamos compartilhando as táticas de combate ao incêndio florestal, bem como toda expertise da nossa corporação, nesse curso com a certeza que teremos multiplicadores em todo o Estado, que abrange três biomas, mais de 150 mil propriedades rurais e possui dimensões superiores a 900 mil km², ou seja, requer a união de esforços entre entes públicos e privados para encontrar uma solução conjunta, e é o que estamos fazendo aqui hoje, essa integração com os proprietários rurais, é fundamental”, declarou o comandante-geral cel. Alessandro Borges.

Com essa difusão de conhecimento, os pilotos agrícolas contribuem com Grupo de Aviação Bombeiro Militar – GAvBM na força-tarefa de combate ao fogo, propiciando ainda mais recursos para a fase de resposta da Temporada de Incêndios Florestais – TIF 2022.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, destacou que “Mato Grosso possui a maior frota de aeronaves agrícolas do país, somando mais de 550” registradas na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Por isso, é de extrema importância que os pilotos sejam capacitados para usar esses aviões para o lançamento d´água no fogo, em caso de incêndios nas áreas com plantio (soja, milho, algodão), como também em áreas com cobertura de vegetação nativa, tais como florestas, cerrado e matas de transição.

Estiveram presentes na solenidade de abertura da capacitação, o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a secretária adjunta de Gestão Ambiental, Luciane Bertinatto, o comandante-geral do CBMMT coronel BM Alessandro Borges Ferreira, o comandante-geral adjunto e Chefe do Estado Maior do CBMMT coronel BM Ricardo Antônio Bezerra Costa e demais autoridades.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta