Operação cumpre 17 mandados contra receptadores e recupera celulares roubados, avaliados em R$ 28 mil

Uma operação deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Várzea Grande, nesta quinta-feira (20.10), resultou no cumprimento de 17 mandados de busca e apreensão e a recuperação de 17 celulares modelos smartphones avaliados em quase R$ 28 mil. A Operação Avaro resultou ainda na autuação de 17 pessoas pelo crime de receptação.

Os aparelhos recuperados são oriundos de roubos e furtos registrados em Várzea Grande em 2021 e neste ano. Entre as ocorrências investigadas pela Derf está um roubo ocorrido em março deste ano, quando uma idosa de 71 anos aguardava o ônibus em um ponto, nas proximidades do shopping, da cidade. Ela foi abordada por dois criminosos armados, que roubaram o smartphone avaliado em R$ 2,5 mil.

Outro roubo de celular ocorreu em outubro do ano passado. Um jovem de 19 anos também estava esperando um ônibus, no bairro Vila Arthur, quando um ladrão armado rendeu a vítima e subtraiu o aparelho celular, avaliado em R$ 1.850,00.

A Derf de Várzea Grande também apurou o roubo registrado no dia 25 de junho deste ano, quando uma adolescente de 14 anos, que estava em uma festa junina, no bairro Jequitibá, foi rendida por um homem armado com uma faca, que levou seu celular. Outro furto apurado pela delegacia ocorreu no mês passado, no interior do transporte coletivo, cuja vítima, uma idosa de 65 anos, teve o smartphone levado.

Já em 2021, a delegacia especializada registrou no mês de julho um roubo, no centro da cidade, quando a vítima foi abordada por dois criminosos, munidos de arma de fogo, que ordenaram que entregasse os pertences e roubaram a carteira com documentos e dinheiro e o celular, avaliado em R$ 1.500,00 reais.

Outros furtos ocorreram em abril, julho e outubro. Uma ocorrência foi em uma clínica médica, situada no centro da cidade. A vítima estava realizando tratamento contra câncer e teve o aparelho celular, avaliado em R$ 2 mil furtado no local. Outro crime ocorreu no bairro Nova Fronteira e vitimou um adolescente de 13 anos, que havia acabado de sair da escola. Um homem se aproximou, simulando passar mal e pediu que a vítima buscasse um pouco de água para tomar um remédio. O adolescente deixou a mochila, foi buscar a água e quando voltou, o celular havia sumido. Uma vítima que estava em uma casa noturna também teve o celular furtado.

Um roubo ocorrido no dia 29 de julho vitimou uma paciente que havia acabado de sair da fisioterapia e caminhava em direção a sua residência, no Jardim Glória. Ela foi abordada por um criminoso, que a ameaçou para roubar o smartphone, avaliado em 2.000,00 reais.

A delegada da Derf de Várzea Grande, Elaine Fernandes, pontua que a unidade prioriza o trabalho de combate à receptação de aparelhos celulares por compreender que não se trata apenas de um bem material, mas, muitas vezes, de um instrumento de trabalho, estudo e o meio que a vítima utiliza para se comunicar com os familiares.

“Nesse sentido, a delegacia não mede esforços, pois na maioria dos casos, tratam-se de vítimas de menor poder aquisitivo que compram os aparelhos de forma parcelada e, observa-se que são atacadas pelos criminosos, geralmente nos pontos de ônibus ou caminhando de volta para casa. Em alguns casos, trata-se de idosos, o que demonstra a covardia do criminoso, que além de não respeitar a pessoa, ainda pratica o crime, quando a vítima se encontra numa situação ainda mais vulnerável”, destacou a titular da Derf.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta