Em tempos dificeis, Nortelândia, municipio do médio norte, distante 360 quilometros de Cuiabá, capital de Mato Grosso, está enfrentando um embate na saúde.

O governo de MT suspendeu o repasse de recursos ao Fundo Municipal de Saúde devido a uma ação movida pela Ong Amor a Vida contra o Estado.

Segundo informações a entidade, buscando receber valores em atraso, junto ao governo entrou com a ação.

São verbas para custear tratamentos hospitalares de média e alta complexidade e repassados através aos municípios que tem hospital em funcionamento. Os serviços contemplados por esse recurso eram prestados em Nortelândia pela Ong Amor a Vida, que foi interditada pela Vigilância Sanitária em 2019, daí a suspensão dos repasses pelo governo.

Essas informações foram confirmadas pelo prefeito de Nortelândia, Jossimar José Fernandes, o Zema.

O prefeito esclarece que a organização suspendeu também suas atividades por inadequação no local onde estava estabelecida. E o município está atendendo normalmente pacientes do SUS numa unidade de PA que regula os casos mais graves. Zema garante que nenhum repasse ao município de Nortelândia ficou suspenso.

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.