MT: Mais de 70 municípios já aderiram ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

A adesão ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) avança entre os municípios de Mato Grosso. De acordo com o Tribunal de Contas da União – TCU, 79 prefeituras já aderiram à iniciativa, capitaneada pela Rede de Controle da Gestão Pública de Mato Grosso. O programa é direcionado aos gestores das organizações públicas (das três esferas de governo e dos três Poderes em todos os estados da federação) e tem o objetivo de reduzir os níveis de fraude e corrupção no Brasil.

A Rede de Controle em Mato Grosso conta com o apoio de vários órgãos e instituições, como o TCU, Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Controladoria-Geral da União, Controladoria Geral do Estado, CGM Cuiabá, Polícia Federal, MPF, MPE/MT, MPC, PGE, Advocacia Geral da União, Receita Federal, Audicom, CAIXA, CREA, CAU, TER, e da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, que passou a integrar a Rede de Controle em abril deste ano.

Os municípios adesos ao PNPC já estão usando a plataforma do programa para melhorar seus controles e oferecer mais segurança aos gestores nas decisões administrativas. Por meio da plataforma, o gestor tem a oportunidade de avaliar sua instituição, descobrindo previamente os pontos mais vulneráveis e suscetíveis a falhas. A partir desse diagnóstico, ele tem acesso a um plano de ação específico que apresentará sugestões e propostas adequadas às necessidades da cada entidade.

O Programa oferece ainda orientações, treinamentos, modelos e dispõe de parcerias com órgãos e entidades públicas e privadas para implantação dos mecanismos de controle à corrupção. As prefeituras que ainda não aderiram podem solicitar o convite pelo e-mail secex-mt@tcu.gov.br ou pelo telefone (65) 99983-8147.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta