Municípios turísticos receberam mais de R$ 144 milhões em investimentos do Governo de Mato Grosso nos últimos quatro anos.  A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Secretaria de Estado Adjunta de Turismo (Seadtur-MT), vem estruturando destinos regionais e trabalhando em prol do fomento ao turismo em todo o estado.

Os municípios de Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço, Luciara, São Félix do Araguaia, Cáceres, Jaciara, Chapada dos Guimarães, Barra do Bugres e Porto Estrela, estão recebendo recursos para a construção e revitalização de pontos turísticos e obras de melhorias no acesso. “O aumento de visitantes vai impactar positivamente na economia, na área social, na consciência ambiental da população, com a preservação do meio ambiente e valorização da cultura mato-grossense”, segundo o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Alberto Miranda Lima.

Neste ano, o Governo de Mato Grosso prevê entregar as obras de construção do mirante no munícipio de Jaciara, a reforma da Praça Dom Wunibaldo e o Centro Cultural e Turístico, em Chapada dos Guimarães, além da pavimentação da rodovia estadual MT- 343, entre Porto Estrela a região de Barra do Bugres

O recurso vem sendo aplicado em obras de pavimentação de rodovias, substituições de pontes, construção de orlas turísticas e na capacitação de operadores, guias, dentre outros, que dependem do setor.

As orlas

Entre os investimentos da atual gestão no setor está a construção de cinco orlas turísticas, em Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço, Luciara, São Félix do Araguaia e Cáceres. As obras buscam potencializar o turismo regional, e ainda abrem espaço para atividades de lazer. Os investimentos são de aproximadamente de R$ 40 milhões. As obras estão em fase de licitação e adaptação de projetos.

“O turismo tem o potencial de se tornar rentável, lucrativo, seguro e ecológico. Priorizar a infraestrutura no turismo é algo histórico, pois com boas estradas e pontes de acesso podemos facilitar a vida dos turistas, dos prestadores de serviços, dos comerciantes que dependem do turismo. O turismo regional gera emprego, renda e valoriza a cultura de cada cidade”, explica o secretário.

Chapada dos Guimarães

Assim como os municípios beneficiados com a construção das orlas turísticas, Chapada dos Guimarães, um dos grandes atrativos turísticos do estado, também tem recebido importantes investimentos. Um dos principais cartões de visitas da cidade, a praça Dom Wunibaldo e o entorno passam por obras de revitalização, avaliadas em R$ 14,5 milhões.

 Com 40% de conclusão, a previsão é que a obra seja entregue no mês de julho de 2023.  Na cidade, o governo estadual também está construindo o Centro Cultural Turístico de Chapada dos Guimarães, no qual são investidos R$ 487 mil. O novo espaço turístico já está com 96% de conclusão e deve ser entregue em fevereiro deste ano.

Jaciara

Jaciara também está recebendo investimentos no setor turístico. O governo de Mato Grosso está concluindo a construção de uma praça e de um mirante. A obra considerada moderna terá um chão de vidro. O objetivo é oferecer mais um grande ponto atrativo aos moradores e visitantes. A obra orçada em R$ 3.693 milhões está com 50% de execução. A entrega está prevista para abril.

De acordo com o secretário-adjunto de Turismo (Seadtur-MT), Jefferson Moreno, o investimento no turismo em Mato Grosso vai trazer impactos positivos, atraindo o público e fomentando a economia das regiões. “A gestão busca investir em infraestrutura que facilite o acesso e o trabalho no setor, e impacte a vida da população e atraia olhares tanto de fora quanto de dentro de Mato Grosso”, explica o secretário.

Melhor acesso

O deslocamento das pessoas também ficou mais fácil graças aos investimentos em infraestrutura. Na região da Transpantaneira, principal estrada de acesso ao Pantanal mato-grossense, nove pontes de madeira foram substituídas por pontes de concreto.

E, para facilitar o acesso dos visitantes e moradores, trechos importantes da MT-343 estão em melhoria com obras de pavimentação, no trecho que liga Cáceres à Vila Nossa Senhora Aparecida, com investimento total de R$ 23.164.818,11.

Com a rodovia em boas condições de trafegabilidade, a região que sedia anualmente o Festival Internacional de Pesca Esportiva, deve atrair mais turistas.

Atualmente, um novo trecho de 64,41 km da MT -343 vem sendo pavimentado, entre o município de Porto Estrela e a região de Barra do Bugres. A obra que está 90% concluída tem o custo de R$ 40.995 milhões.

Capacitação

Em 2022, mais de 250 profissionais do ramo, entre operadores, guias, gestores públicos e empresários participaram de cursos de capacitação voltados para prestação de serviço ao turista.

Ainda de acordo com o secretário Jefferson Moreno, grandes investimentos foram feitos na estruturação dos municípios, por meio de convênios entre a secretaria e as prefeituras: “Entregamos veículos, barcos e motores, além de já termos encaminhado um projeto para a uniformização dos profissionais, que deverá ser executado já em janeiro, através de kits com uniformes para os guias. Tudo isso servirá para auxiliar no atendimento turístico em Mato Grosso, e já existem muitas outras entregas previstas para o ano de 2023”.

Compartilhe.

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta