A cidade de Nossa Senhora do Livramento/MT, ganhou na quinta-feira (02/06), um Memorial para as vítimas da Covid-19. O espaço que leva o nome de Luciano de Miranda Leite, fica ao lado do Tanque Municipal, dentro do Parque Municipal Maria Joana da Conceição.

O evento foi marcado por músicas, pregações ecumênicas, lembranças, soltamento de balões biodegradáveis, descerramento de placa, abraços e muito choro pelos familiares das vítimas da pandemia e também pelas autoridades e demais pessoas presentes.

Até o momento, segundo relatório da Secretária Municipal da Saúde, 43 pessoas foram a óbito em Livramento, dentre os mais de 1.653 casos confirmados da doença. Todas essas 43 pessoas tiveram seus nomes gravados em placas metálicas ao lado de mudas de ipês.  

O vice-prefeito do lugar, Thiago Almeida, disse que o memorial vai muito além de homenagear às pessoas que já se foram, pois, “é uma oportunidade de inaugurarmos aqui um espaço que eterniza os nomes e a história dessas pessoas. ”

A escolha do nome de Luciano Miranda, segundo o vice, foi feita por ele próprio, de maneira natural numa noite sem sono. “Nessa época tínhamos mais ou menos umas 30 vítimas da Covid, e a maioria dessas placas aqui fincadas representam as pessoas que passaram por mim, onde muitas delas colocamos na ambulância para mandar para Cuiabá já sabendo que não voltariam vivas devido ao estágio grave da doença. Hoje meu coração se invade de emoção”, caiu em lágrimas Thiago. “Escolhi seu Luciano pelo carinho com a minha pessoa e a vontade que ele demonstrava de viver diante da enfermidade cardíaca que ele portava”, justificou.

A secretária de Saúde do município, Rita Aurélia Proença, ao fazer uso da palavra lembrou dos árduos trabalhos de quando o município registrou o primeiro caso da doença e que depois vitimou 43 pessoas. “Passou um filme de terror na minha cabeça ao lembrar de como tudo começou. Não sabíamos quase nada sobre a doença e não tinha para onde correr. O enfrentamento foi inevitável”, chorou Rita que também lembrou: “Chegamos a orar para que Deus abençoasse os kits de remédios que passávamos aos pacientes e depois também fizemos isso com a vacina, pois ela não tinha 100% de eficácia, devido à falta de tempo para testes. ”

Ao finalizar, Rita fez questão de agradecer todas equipes da saúde que sempre estiveram na linha de frente e sem medo eminente de contrair a doença e morrer. “Ser profissional da saúde é amar o que faz pelo próximo. ” 

Representando o Poder Legislativo, o vereador Renan Miranda (PSB) também caiu em prantos ao lembrar do seu tio Luciano e do primo Alinor Miranda que ora fazem parte do memorial. “Assim como meu primo Alinor, meu tio Luciano me ajudou muito a ser vereador. E, hoje sinto-me muito emocionado pelas lembranças. ” 

Muito emocionada, a esposa do homenageado, Ana Rita Mirada resumiu: “Agradeço a todos pela homenagem, e sinto muita gratidão pela escolha do nome do meu saudoso esposo. ”

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.