Jovem poconeana participa do “IV Circuito de Arte e Cultura – Revoada”

JULIA ROSA:

Julia Helena Silva Rosa é uma jovem poconeana estudante do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Desde pequena sempre viveu arte em sua vida, escreve memórias, teve iniciação musical com violão, violino, porém se dedica a flauta transversal e ukulele. Filha do escritor e produtor cultural Walney Rosa e da professora e artesã Dilva Maria. O pai jornalista é presidente de Honra da Academia Lítero-Cultural Pantaneira.

Em seu segundo semestre estudando meio ambiente no Campus Cuiabá – Bela Vista (IFMT) Julia se envolveu com o grupo de arte, sendo convidada em julho deste ano para a 4ª MArte (Mostra de Arte e Cultura do IFMT) sediado pelo campus da cidade de Confresa e que teve a participação de estudantes dos 19 campi de todo estado.

Já na tarde desta segunda-feira, 10 de outubro, amigos e familiares da jovem Júlia puderam apreciar (mesmo a distância) sua intepretação ao lado de outros jovens artistas, interpretando várias ‘esquetes’ que compuseram peça ‘Revoada’ – Performance (Artes Cênica) dentro do “IV Circuito de Arte e Cultura – Revoada”.

O TEXTO TEATRAL:

Revoada – Performance, tem em sua expressão movimentos que trazem textos centenários (Como ‘Ode ao burguês’ / Poema de Paulicéia Desvairada -1922 – de Mário de Andrade) ou mesmo octogenário (Como: E agora José -1942 – de Carlos Drummond de Andrade), também ‘POÉTICA’ de Manuel Bandeira; entre outros aludindo composições contemporâneas.

CIRCUITO DE ARTE E CULTURA:

Os campi Bela Vista e Octhayde Jorge do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) estão promovendo durante dois dias (10 e 11 de outubro), a “IV Circuito de Arte e Cultura – Revoada”, que está sendo realizado no Teatro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com a programação entre 8h e 21h30, aberta gratuitamente a toda comunidade.

A mostra é pensada e organizada pelos professores e estudantes do IFMT e conta com uma programação cultural que reúne artes visuais, audiovisual, música, performance, literatura e poesia, distribuídas em dois dias de ações culturais.

HISTÓRIA

Nos 100 anos da Semana de Arte Moderna lembremos que foi uma manifestação artístico-cultural que ocorreu no Theatro Municipal de São Paulo (13 a 18 de fevereiro de 1922), tendo Mário de Andrade como uma das figuras centrais e principal articulador da ‘Semana’ ao lado de outros organizadores como o escritor Oswald de Andrade e o artista plástico Di Cavalcanti.

.O evento reuniu diversas apresentações de dança, música, recital de poesias, exposição de obras – pintura e escultura – e palestras.

SERVIÇO:

Nesta terça-feira 11/10:

Horário: Matutino a partir das 9h30;

Local: Teatro da UFMT MACP & Cineclube Coxiponés – Exposição Flor da pele (Artes Negras Mato-grossense) & Mostra de curtas (audiovisual);

Horário: Vespertino a partir das 14h00;

Local: Teatro da UFMT;

Coral IFMT Campus – Bela Vista;

Sarau Cantão – (Estudantes de Canto IFMT Centro);

Luiz Renato – Performance Poética;

Revoada – Performance (Artes Cênica);

Canto Coral IFMT Várzea Grande – (Música);

Orquestra Unificada UNEMAT/IFMT – Campus Cáceres;

Banda IFMT Cuiabá – (Música Instrumental);

Som Mecânico & Feira ao ar livre.

Horário: Noturno a partir das 19h30;

Local: Recepção na galeria;

Yndira Villarroel – Violino Solo;

Coral Experimental de Mato Grosso;

Revoada em defesa do Pantanal (Artes Cênicas & Poesia);

Orquestra Unificada UNEMAT/IFMT – Campus Cáceres;

Banda IFMT Cuiabá (Show de encerramento).

ACONTECEU:

Na segunda 10/10 ocorreu:

Horário: 9h30 às 11h30;

Local: Teatro da UFMT MACP & Cineclube Coxiponés – Exposição Flor da pele (Artes Negras Mato-grossense) & Mostra de curtas (audiovisual);

Horário: 13h;

Local: Teatro da UFMT – Foyer e Salão dos tachos;

Abertura da Galerias: Exposição Olhares Ancestrais e Atuais – Xilogravura, Escultura; Pintura; Desenhos e Fotografias

Horário: A partir da 14h;

Ocupação Poética (IFMT Bela Vista);

Cecilia Dossa – Paraquedas Para Amores Pandêmicos (Voz e Instrumental);

Hermínio Nhantumbo – Tsuti “Sombra” – (Música);

Intervalo – (Som mecânico);

Horário: A partir da 16h30;

Sarau Cantão – (Estudantes de Canto IFMT Centro);

Curtas Metragens (Audiovisual);

Revoada (Performance & Artes Cênica);

Banda IFMT Octhayde Jorge – (Música Instrumental);

Som Mecânico & Feira ao ar livre;

Horário: Noturno a partir das 19h

Galerias;

Yndira Villarroel – Violino Solo; Revoada Performance (Artes Cênica);

Nelly Winter – Livro “VERSA: Bardos em linhas”; Cecilia Dossa – Paraquedas Para Amores Pandêmicos (Voz e Instrumental);

Hermínio – Nhantumbo e Trio Pequi em Tsuti “Sombra” (Música); Atabaques & Orixás; Corpo que transito – Cena Performativa (Sandro Lucose); Encerrando as 21h30 com Roda de conversa: Vamos falar de gênero?

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta