Policiais militares prenderam um casal por roubo, sequestro e organização criminosa, na segunda-feira (27.09), em Jauru. Seis pessoas que estavam sob a ameaça dos criminosos foram resgatadas pela PM. 

Durante a madrugada, os policiais foram informados pela equipe do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) sobre uma caminhonete S-10 que havia sido abordada na MT-265 sentido Bolívia. Segundo os militares, o veículo estaria em nome de terceiros; o Gefron queria confirmar as informações com a PM do município de Jauru para verificar os dados de endereço da caminhonete. 

Os policiais de Jauru foram até o primeiro endereço na Rua Marechal Deodoro Fonseca, região central da cidade, mas não encontrou pessoas no local. Em seguida, a Polícia Militar foi até o segundo endereço, na região da Vila Taquaruçu, e na propriedade rural os policiais identificaram uma movimentação de pessoas.

Na verificação, os policiais identificaram dois homens armados com o rosto coberto com toucas ninja. Ao perceberam a presença da Polícia, os suspeitos correram para a área externa em direção a um pasto.

Durante a fuga, a dupla apontou as armas em direção aos policiais, ação que foi repelida pela PM com ordem de prisão e disparos de armas de fogo contra os criminosos.  

A PM entrou na casa e resgatou seis pessoas que eram mantidas presas pelos criminosos no local. As vítimas estavam na sala do imóvel. Entre as vítimas, estavam duas mulheres, dois homens e dois adolescentes. 

Os policiais pediram reforço e cercaram a região, vindo a localizar o casal. O homem fazia uso de tornozeleira eletrônica, mas o equipamento estava desligado. Outro suspeito foi preso pela equipe do Gefron. O homem e a mulher preso pelos policiais foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil. 

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.