Em três dias, a Polícia Militar, por meio da Patrulha Rural, recuperou um veículo roubado e apreendeu uma arma de fogo, munições e produtos agrotóxicos, que estavam sendo transportados ilegalmente. Quatro pessoas foram presas nessas ocorrências, que aconteceram no município de Ipiranga do Norte, nas rodovias MT-242, 484 e 010.

No entroncamento da rodovia MT-010 com a MT-484, os policiais militares prenderam uma mulher, de 45 anos, por porte ilegal de arma de fogo. A suspeita transportava uma espingarda calibre 22 em um automóvel Fiat Strada, onde a arma foi encontrada, sem registro, no banco de trás. No interior do veículo, foram encontradas, ainda, 15 munições e um carregador. À PM, a mulher alegou que o armamento seria de um funcionário da fazenda onde ela reside.

Próximo à uma propriedade rural, no mesmo local, um homem foi preso por receptação, adulteração de veículo automotor e porte ilegal de arma de fogo. Segundo informações do boletim de ocorrência, após patrulhamento pelo local, uma equipe da PM abordou o indivíduo em uma caminhonete modelo S10, e na checagem do veículo, foi notada uma adulteração na placa, que foi dado como roubado no município de Diamantino-MT. Em buscas no interior do automóvel, foram encontradas, ainda, onze munições calibre 22 intactas.

Dando continuidade às ações de patrulhamento, no “Trevo do Vale” a Patrulha Rural prendeu dois homens, 53 e 54 anos, que estavam transportando 160 litros de herbicida orgânico em uma pick-up Fiat Strada.

O veículo foi abordado em uma barreira feita pelos policiais militares na rodovia, e em diligências pelo carro foram localizados, na caçamba do veículo, oito galões do agrotóxico, que não possuíam nota fiscal e não tinham identificação.

O condutor da pick-up alegou que trabalhava numa empresa do ramo químico e fez o carregamento do produto em uma propriedade rural. Informou, ainda, que a nota fiscal dos agrotóxicos, que seriam levados para uma fazenda em Lucas do Rio Verde, estaria no local.

A Patrulha Rural foi até a fazenda citada, onde funcionários relataram que não haviam feito nenhum carregamento e que desconheciam as informações passadas pelo suspeito.

Diante dos fatos, a dupla foi presa e encaminhada à Delegacia Civil, e a carga e o veículo foram apreendidos.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta