O Comitê Interno de Gestão Ambiental do Tribunal de Contas de Mato Grosso (CIGA/TCEMT) realizou ontem (30 de novembro) no período da tarde no Pantanal Mato Grosso Hotel, as margens do Rio Pixaim na Rodovia Transpantaneira, o encontro intitulado “A preservação do Pantanal é da nossa Conta – Conjugação de esforços necessários para o seu enfrentamento”.

O evento teve o compromisso mútuo na preservação do Pantanal frente às propostas apresentadas no Projeto de Lei nº 5482/2020, de autoria do Senador Wellington Fagundes, denominado “Estatuto do Pantanal”.

De Poconé participaram lideranças e autoridades locais. O prefeito Tatá Amaral declarou que: “Sem dúvida nenhuma, é de suma importância trazer esses assuntos à tona em busca de ações que possam solucionar essas problemáticas na região, mas faltasse ainda ouvir mais. Já é um avanço muito grande, mas pelo que ouvimos do que foi falado ai, falta ainda uma participação maior do homem pantaneiro para que possam também se manifestar, pois são eles que estão lá no campo, que sabem a dificuldade que passam nesses períodos e conhecem todas as mudanças que acontecem no pantanal”.

Estive presente também o presidente do Sindicato Rural de Poconé Raul Silva e uma comitiva de vereadores formada pelo Presidente da Câmara Municipal, Marcio Fernandes, a Primeira-Secretária, Jossielma Silva, Segundo-Secretário, Dudu Carrapato e José Sérgio (Sérgio Maracanã).

Na oportunidade, o CIGA/TCEMT apresentou o resultado da sua atuação frente ao trabalho do Governo do Estado de Mato Grosso no enfrentamento das queimadas, em especial, no Pantanal de Mato Grosso, apresentando ainda os principais dados coletados e a busca de soluções. “Nosso objetivo é mobilizar diferentes instituições e firmar um compromisso mútuo na preservação do Pantanal frente às propostas apresentadas no Estatuto do Pantanal, em especial sobre o Capítulo VI – do manejo integrado do fogo e do controle dos incêndios”, pontuou o presidente do TCE Guilherme Maluf.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta