O prefeito de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte de Cuiabá), Osmar Froner (MDB), decretou situação de emergência por conta da seca que atinge a região serrana de Mato Grosso. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com a prefeitura, o decreto facilita que a cidade consiga recursos para minimizar a crise hídrica. O município possui 70 comunidades rurais, e pelo menos 22 correm o risco de ficarem totalmente desabastecidos. Seis delas já estão recebendo semanalmente água potável por meio de caminhão pipa.

O problema é reflexo da falta de chuvas regulares no município, que sofre desde o começo de julho com a estiagem. Segundo o diretor do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Anderson Alves Murtinho, alguns córregos naturais secaram ou se transformaram em poças.

“Os córregos estão secando e o pessoal da zona rural está padecendo. Estamos dando suporte a eles por meio do abastecimento com caminhão pipa, semanalmente”, explicou.

Ainda segundo a prefeitura, as despesas extraordinárias com a seca já chegaram a R$ 80 mil. Os gastos podem subir para R$ 622 mil até a chegada do período de chuvas.

Walney Rosa

Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.