O diálogo e a parceria entre os poderes foram amplamente defendidos pelo deputado Eduardo Botelho (DEM), na coletiva realizada na manhã desta terça-feira (01). A entrevista foi realizada após cerimônia de posse da nova Mesa Diretora, na qual o parlamentar reassume a presidência da Casa para o mandato do biênio 2021-2023.

O entendimento, segundo ele, é necessário para definir questões polêmicas que estão pautadas para serem discutidas já nas primeiras sessões legislativas deste ano, como a votação dos vetos do governador ao Projeto de Lei Complementar (PLC) 36/2020 que trata sobre a taxação dos aposentados, e também a Revisão Geral Anual (RGA) do Tribunal de Justiça. “Ambos os projetos já estão na agenda de discussões e votação para a próxima semana”, adianta.

Além disso, o presidente destacou que o combate a Covid será questão prioritária na retomada dos trabalhos. “Nós vamos nos empenhar de todas as formas, inclusive na possibilidade de contribuir com orçamento para aquisição de vacinas pelo estado, caso haja liberação para compras, entre outras medidas de contenção e combate a pandemia”, defende. 

Botelho ainda estima para o segundo semestre a reabertura da Casa para acompanhamento presencial das atividades legislativas. Segundo ele, se as perspectivas melhorarem, a intenção é retomar o mais breve possível as reuniões de forma presencial e aberta com maior participação popular.

Questionado sobre uma possível interlocução entre estado e município para decidir sobre a mudança do modal de transporte público a ser instalado entre Cuiabá e Várzea Grande, de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para Bus Rapid Transit (BRT), o presidente destacou que está disposto a contribuir com o diálogo e a decisão. “O objetivo é trabalhar junto, estado, município e legislativo para resolver essa questão o mais breve possível para dar andamento às adaptações necessárias e diminuir o sofrimento da população”, afirma.

Sobre as mudanças administrativas da Casa decorrentes da nova composição da Mesa Diretora, Botelho esclarece que provavelmente serão necessárias algumas trocas nas pastas, mas que tudo esta sendo discutido e ajustado entre membros e serão anunciadas nos próximos dias.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta