Segundo informações do jornalista Rodrigo Costa, do site Gazetadigital.com.br;

“Após dormir na zona de rebaixamento, o Cuiabá entrou em campo nesta segunda-feira (6) mirando a conquista dos três pontos para deixar o Z-4, e conseguiu. Diante de 15.923 torcedores, logo aos 8 minutos, Elton abriu o placar e fez o único gol da noite na Arena Pantanal, na ”decisão” contra o Fortaleza, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo com triunfo, o Cuiabá ainda não está livre de ser rebaixado à segunda divisão. O Dourado precisa somar mais um ponto para não depender de combinações de resultados de outras partidas. Junto com o time mato-grossense, Bahia, Juventude e Grêmio chegam na última rodada com chances de serem rebaixados à Série B.  

Com o resultado, o Dourado pulou para a décima quinta posição, com 46 pontos. Bahia e Juventude vêm logo em seguida, ambos com 43 tentos – o Bahia leva vantagem no número de vitórias (11-10).

Ameaçado e sob pressão, o Cuiabá começou a partida a mil na Arena Pantanal. Elton, de pênalti, abriu o placar aos 8 minutos para o Dourado. A etapa inicial foi do completo domínio do Dourado. O Fortaleza não finalizou nenhuma vez contra a meta defendida pelo goleiro Walter.

Por outro lado, na etapa complementar, o leão do pici voltou melhor após as mexidas promovidas pelo treinador Juan Pablo Vojvoda. Em apenas 25 minutos jogados do segundo tempo, o tricolor cearense passou o Cuiabá em número de finalizações.

Com o 1 a 0 a favor, a estratégia adotada por Jorginho foi de atrair o time visitante para o campo de defesa e explorar os contra-ataques, como costuma fazer nos jogos fora de casa. Mas a defesa respondeu bem, e o auriverde terminou a partida sem ter sua defesa vazada.

A última partida do Cuiabá nesta edição do Campeonato Brasileiro acontece na quinta-feira (9), às 20h30 (de MT), contra o Santos, na Vila Belmiro, no litoral paulista.”

Deixe um comentário

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.