CUIABÁ: Comissão de Ética recomenda cassação de Paccola

Comissão de Ética da Câmara Municipal de Cuiabá decidiu nesta terça-feira (20) pela cassação do mandato do vereador Marcos Paccola (Republicanos). A informação é do relator do processo, vereador Kássio Coelho (Patriota), que afirma que o documento está concluído e será repassado para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ainda essa semana.

Caso a comissão aponte a legalidade do pedido, os 25 vereadores vão decidir se afastam ou não o vereador.
“O relatório já está praticamente pronto. Vamos entregar essa semana. Vamos só reajustar algumas coisinhas. Eu estou indo à Câmara para reunir com os outros integrantes [vereadores Lilo Pinheiro e Advair Cabral] da Comissão para finalizar o documento. Depois, a CCJ emite parecer, encaminha para a Presidência, que coloca em votação em plenário. Vamos colocar para o plenário decidir se cassa ou não o vereador Paccola”, explicou Coelho.

A tendência é que a votação ocorra antes do dia 2 de outubro, para impedir Paccola de disputar uma vaga à Assembleia Legislativa (ALMT). Paccola, que é tenente-coronel da Polícia Militar é acusado de homicídio duplamente qualificado contra o agente prisional Alexandre Miyagawa de Barros,  conhecido como Japão, ocorrido no dia 1º de julho na capital.

Walney Rosa
Jornalista, produtor cultural e escritor. Walney de Souza Rosa (Vavá Rosa) presta assessoria e escreve para sites de Mato Grosso e de todo o Brasil. Seus artigos literários e culturais já foram publicados em jornais da Europa, Canadá e Estados Unidos. Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Entre obras já publicadas: A fé e o fuzil (A história de Doninha do Caeté); Boca da Noite (Ficção policial); Ei amigo (A história do Lambadão de Poconé).

Deixe uma resposta Cancelar resposta