Guarnições do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) estão combatendo um incêndio de média proporção que teve início no final da tarde do último sábado (18.09), às margens da MT-251 no KM, em Chapada dos Guimarães. O fogo se intensificou pela vegetação e seu reflexo foi visto no céu da Capital, que ficou encoberto com uma nevoa de fumaça trazida pelos ventos.

Para conter o fogo, a força de trabalho conta com cerca de 18 pessoas, entre civis e militares, que estão posicionados em pontos estratégicos com uso de equipamentos: abafadores, bomba costal d’água e assopradores. Além disso, dois caminhões-pipas estão transportando água para o local do incêndio.

Um dos focos ativos fica em uma localidade perto de um condomínio residencial, por isso a força de trabalho está concentrada neste ponto. Nenhum dano material foi registrado até momento, apenas ambiental. O monitoramento do Comando Regional I, o fogo já consumiu cerca de 1.300 hectares. Além disso, vários focos de calor ainda estão ativos na vegetação.

Temperaturas que passam de 40° graus, baixa umidade do ar e vento forte, são fatores que dificultam o trabalho de combate, pois o fogo tem maior facilidade de propagação na vegetação. O CBM ainda não sabe qual é a origem deste incêndio, mas pelo fato de ter iniciado às margens da rodovia, a hipótese é que possa ter sido por alguma ação humana.

No último final de semana, muitas pessoas foram para a cidade de Chapada dos Guimarães em busca das cachoeiras para se refrescar do calor. No retorno para casa, foi registrado congestionamento e lentidão na rodovia MT-251.  

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta