O Ministério do Meio Ambiente (MMA) entregou veículos e equipamentos para fortalecer o sistema de coleta seletiva e operação de aterro sanitário no município de Campo Verde, no estado de Mato Grosso. O investimento de R$ 3,8 milhões faz parte das ações do programa Lixão Zero, lançado em 2019.

As entregas incluem veículos e equipamentos especializados como caminhões basculantes, tratores, empilhadeiras, esteiras e gruas. A aquisição contribui para dar mais eficiência à coleta e reciclagem de resíduos no município, que gera cerca de 40 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos ao ano, o que beneficiará diretamente cerca de 46 mil pessoas.

“Um ponto muito importante do programa Lixão Zero: pessoas que trabalhavam no lixão, com a saúde comprometida, hoje têm melhor condição de vida e trabalho graças a esse empreendimento feito pelo Governo Federal”, afirmou o secretário de Qualidade Ambiental, do MMA, André França.

A otimização da gestão de resíduos sólidos fortalece a destinação ambientalmente adequada do lixo, contribuindo para a conservação do meio ambiente e evitando a contaminação do solo, da água, do ar e a emissão de gases de efeito estufa. Não só a natureza, como também a saúde da população é beneficiada pelo descarte correto do lixo, que previne ainda a proliferação de vetores de doenças.

Programa Lixão Zero

O Lixão Zero é um dos eixos da Agenda Ambiental Urbana do MMA, atuando em diversas frentes, como o investimento junto a municípios de todo o Brasil na gestão dos resíduos sólidos urbanos. Desde o lançamento, importantes resultados foram alcançados no país, como o encerramento de 600 lixões em menos de um ano e o novo recorde de reciclagem de latas de alumínio.

Walney Rosa

Idealizador e Fundador em 21 de janeiro de 2011 da Academia Lítero-Cultural Pantaneira, que compõe escritores, poetas, músicos e defensores da cultura pantaneira (com sede em Poconé) Antes disso em...

Deixe um comentário

Deixe uma resposta