Um antigo conjunto de casas construídas há mais de 60 anos, e recentemente revitalizado como polo gastronômico, de serviços e de lazer, acaba de se tornar o mais novo ponto turístico de Mogi das Cruzes, cidade da Região Metropolitana de São Paulo, a apenas 60 km da capital.

A Vila Helio, projetada e inaugurada em 1951 pelo imigrante ucraniano Helio Borenstein, começou como um empreendimento residencial, no centro de Mogi. Nas décadas seguintes, com a mudança de perfil da região, as casas se tornaram pontos comerciais, e o Grupo Marbor, fundado por Marcos Borenstein, um dos filhos de Helio, construiu ali também outros dois edifícios de escritórios e um hotel.

Hoje, a Vila Helio está totalmente renovada, com paisagismo de estilo toscano, e com uma variedade de opções gastronômicas e de empresas ali instaladas. Nos finais de semana, o local ainda conta com eventos culturais, como shows de música e feiras de artesanato, que atraem visitantes de Mogi e de outras cidades.

Por conta dessas características, a Vila Helio acaba de ser classificada como novo ponto turístico de Mogi das Cruzes, de acordo com a Prefeitura do município. Além disso, o Governo do Estado de São Paulo também incluiu a Vila Helio em seu Programa de Rotas Turísticas.

A Secretaria de Turismo do Estado irá publicar uma série de 16 guias turísticos, com 250 destinos paulistas, com visitação recomendada para pessoas de todo o país. No total, serão 4.200 fotos de pontos selecionados de acordo com temas como Avifauna, Arte e Artesanato, Turismo Inclusivo, Compras e Moda, Turismo de Luxo, entre outros.

A Vila Helio foi escolhida como rota turística do estado por conta de sua beleza, que tem atraído também fotógrafos, produtores e seus clientes para ensaios fotográficos, gravação de clipes e até de comerciais. Com a revitalização do local, o Hotel Marbor também tem sido cada vez mais escolhido como hospedagem preferencial de artistas e atletas que passam pela cidade.

Os visitantes podem conhecer ainda o Memorial Helio Borenstein, uma galeria que conta, em imagens e textos, a história do imigrante que chegou a Mogi sem recursos e se tornou um dos principais empresários da cidade.

O Memorial, que é aberto ao público, retrata ainda a trajetória do Grupo Marbor, que hoje administra a Vila Helio e outros negócios.

Para completar este novo centro de turismo e serviços, há ainda o espaço Alegratto, construído pelo Grupo Marbor para festas e eventos corporativos.

Valorização do centro

A Vila Helio conta com bares, restaurantes, lanchonetes, cafés e até livraria. Os comerciantes locais colhem bons resultados neste novo polo gastronômico. “Optamos por abrir o nosso negócio na Vila Helio porque se trata de um espaço bonito, aconchegante e familiar”, conta Bruno Marcos Silva de Assis, sócio-proprietário do O Gringo Bar e Espetaria.

Os elogios também vêm dos locatários de salas comerciais dos edifícios Maria Antonieta e Loloya. “Escolhi a Vila Helio pela sua excelente localização e também pela boa energia da região, que é muito benéfica para o tipo de atendimento que realizamos”, explica Cláudia França, que no início de 2022 inaugurou o Espaço Lunar Cláudia França, especializado em terapias holísticas.

Tatiana Borenstein, diretora do Grupo Marbor, lista os atributos da Vila Helio para os visitantes. “Além de toda estrutura e charme deste novo polo, com as variadas opções de gastronomia e eventos, a localização é privilegiada, com estacionamento para clientes no local e fácil acesso também por transporte público (terminal de ônibus e estação de trem próximos). E ainda contamos com segurança particular”, destaca.

Para acompanhar as programações culturais da Vila Helio: www.instagram.com/vilahelio

Para saber mais sobre a história do empresário Helio Borenstein e do Grupo Marbor: www.grupomarbor.com.br/travessa-21-de-maio-e-memorial-helio-borenstein/