Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Neste dia 5 de novembro é comemorado o aniversário do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, instituído em 1985, que deu início às relações diplomáticas entre ambas as nações. Nesses 127 anos, o Brasil se tornou endereço da maior sociedade nikkei do mundo, estimada em 1,6 milhões de pessoas, segundo dados da Embaixada do Japão no Brasil, reforçando cada vez mais a mútua influência cultural entre as duas nações.

Hoje, a cultura, economia, gastronomia e outros aspectos das tradições japonesas são alvo de milhares de brasileiros ou descendentes de japoneses, o que apenas intensifica a demanda por conteúdos disponíveis para acesso em qualquer parte do país. Podcasts, redes sociais e conteúdos online surgem, então, como fonte dinâmica e acessível para aqueles que buscam mergulhar ainda mais na simbiose nipo-brasileira, ou aprofundar seus conhecimentos sobre algum aspecto em particular.

Nesse contexto, alguns canais ganham destaque, seja pelo número de seguidores, seja pela variedade de informações oficiais que disponibilizam, como é o caso do canal Peach no Japão, criado pela influenciadora Piti Koshimura, moradora da cidade de Tóquio que aborda questões contemporâneas sobre a vida de uma brasileira no Japão a partir de suas experiências pessoais, além de dados e curiosidades sobre a história, cultura, arte, gastronomia, turismo e comportamento japoneses. Hoje ela já conta com 6, 65 mil inscritos em seu canal no YouTube, e mais de 20 mil no Instagram, além de manter um podcast e blog homônimos ao seu perfil.

Para quem busca pesquisas e estudos sobre o Japão, é possível encontrar muitas indicações ouvindo o KomorebiCast. Nos 15 episódios já lançados, a apresentadora Anna Ligia Pozzetti, abre espaços para conversas e entrevistas com pesquisadores brasileiros que trabalham com dados relacionados ao Japão sobre economia, literatura, idioma, antropologia e outros, sempre tendo como pano de fundo a história do país.

Ainda na área áudioinformativa, o podcast da Japan House São Paulo, instituição cultural nipônica mantida pelo governo japonês, localizada em São Paulo, acaba de estrear a 3ª temporada de seu Podcast JHSP. Lançado em 2019, o podcast que já abordou a literatura e a gastronomia japonesas nas duas primeiras edições, agora se lança sobre o vasto campo do cinema contemporâneo japonês. “Queremos repetir o sucesso de nossa primeira temporada, que alcançou mais de 16 mil reproduções”, comenta a diretora cultural da JHSP, Natasha Barzaghi Geneen, que apresenta os episódios ao lado de Paulo Werneck, editor da revista Quatro Cinco Um. Com produção da Rádio Novelo, esta temporada conta com participações de peso dentro do universo do cinema, como a do cineasta Walter Salles e da diretora da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo Renata de Almeida.

O centro cultural ainda disponibiliza em seu canal no YouTube diversos conteúdos ligados a artistas, exposições, tradições, gastronomia e costumes japoneses, além de realizar atividades e oficinas online para o público gratuitamente, como é o caso do Ciclo de Mangá e do Clube de Leitura JHSP+QuatroCincoUm, realizados mensalmente.

Da mesma forma, o podcast Japão sem Escalas é especialista em descobrir e analisar os mais diversos pontos de contato entre as culturas brasileira e japonesa, como o futebol, karaokês, agricultura, quadrinhos, entre outros. Apresentado por Ana Paula Novais e Tatiana Aoki, as quatro temporadas do programa já tiveram como convidados nomes como o da atriz e diretora Danni Suzuki, da chef do restaurante Aizomê, Telma Shiraishi, e do quadrinista Maurício de Sousa.

Em contato com o público mais jovem, o tiktoker Yuma Ono se destaca pelo conteúdo repleto de vivências pessoais que compartilha nas redes sociais. Atualmente morando em São Paulo, o influenciador é natural de Osaka e compartilha pílulas de informações sobre comidas, costumes curiosos e termos da língua japonesa diariamente. Com uma comunicação informal e bem descontraída, ele já conquistou mais de 734 mil seguidores no Instagram e quase 5 milhões no TikTok.

Com tantas opções de conteúdos digitais gratuitos sobre a cultura japonesa, hoje os laços entre Brasil e Japão já independem da distância territorial.

Compartilhe.

Comments are closed.