Por que é essencial ter um administrador na obra? Quais são as vantagens de contratar uma empresa especializada para prestar este serviço? Será mesmo que é necessário contar com a expertise de um profissional?

De acordo com o engenheiro civil, Fernando Campos, 93% das obras feitas no Brasil são autogerenciadas e apenas 7% delas são geridas por profissionais realmente qualificados. “É por essa razão que muita gente tem aversão a obras. Porque obras autogerenciadas ou geridas pelos empreiteiros que executam os serviços, infelizmente, trazem muita dor de cabeça ao proprietário. São necessários anos de estudo, experiência, tempo disponível e conhecimento técnico e gerencial para administrar uma obra com qualidade”, disse.

Vantagens de um administrador

A contratação de um administrador de obras vai assegurar o devido acompanhamento profissional de todas as etapas da obra: Pré-obra (Planejamento, Orçamento, Cronograma e Seguro de obra), Obra (Supervisão, Gerenciamento, Controle Financeiro e Responsabilidade) e  Pós-Obra (Geralmente um ano de suporte técnico).

No momento estratégico, chamado de “pré-obra”, é realizado todo o planejamento da obra e do canteiro. “Fazemos também o cronograma da obra, para medirmos o prazo de todas as etapas e de sua entrega final”, disse. Levanta-se nessa etapa todo o quantitativo de serviços detalhadamente e os orçamentos de mão-de-obra e de materiais. É o momento também de fazer a validação dos fornecedores, para garantir que tudo ocorra de maneira transparente e dentro do orçamento.

Todas as garantias, responsabilidades e segurança da obra são asseguradas com a gestão contratual. Inclusive, é o momento de realizar o seguro de obra, com as assinaturas dos engenheiros para a responsabilidade civil e possíveis riscos de engenharia.

Administrativamente é realizado todo o planejamento de logística das compras e da execução dos serviços, e cadastramento dos fornecedores. Estipula-se o controle físico-financeiro da obra, e a produção de um manual do proprietário, para que fique sempre claro e facilitado como ele pode realizar a sua manutenção e uso devido do imóvel. Também é disposto o controle de todas as Notas Fiscais e das ARTs — Anotação de Responsabilidade Técnica – Direção de Obra.

Na etapa da execução é o momento de ver tudo acontecer. Nas mãos de um administrador de obra, é realizado o envio de relatórios de progresso da obra, supervisão de qualidade na execução, cumprimento de normas técnicas, elaboração de medições (evolução da obra), elaboração de ordens de pagamento e compras emergenciais durante a obra.

“É o momento de organização e otimização do trabalho para que o proprietário do empreendimento não tenha nenhum problema com possíveis imprevistos”, afirma o engenheiro. Afinal, um administrador também objetiva prevenir multas e retrabalhos, com a garantia de um trabalho bem executado.