Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Com base na Pesquisa Internacional de Ensino e Aprendizagem da OCDE (TALIS), existe uma demanda crescente em todo o mundo por professores de alta qualidade para garantir que os jovens recebam as habilidades necessárias para prosperar no mundo do trabalho de amanhã. O relatório revela que, no Brasil, 94% dos professores dos anos finais do ensino fundamental concluíram a educação superior e mais de 95,1% acreditam que podem ajudar os alunos a pensar de forma crítica.

A licenciatura em Pedagogia é a principal porta de entrada para a carreira de professor, pois entende o impacto positivo que ambientes de qualidade e profissionais engajados têm no desenvolvimento da aprendizagem e prepara o aluno para uma variedade de possibilidades de atuação na Educação Infantil, primeiros anos do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, Educação Inclusiva e áreas emergentes, como a Pedagogia Hospitalar, Social e Empresarial.

A coordenadora do curso de Pedagogia do Centro Universitário IMEPAC, em Araguari (MG), Maria Teresa de Beaumont, explica que atualmente a carreira do pedagogo já contempla cursos de graduação tecnológica, como o Tecnólogo em Processos Escolares, que capacita profissionais para atuarem nos processos administrativos das escolas e darem apoio às atividades da área de educação, a licenciatura em Pedagogia, para a formação de professores e Pós-Graduação lato sensu, por exemplo em Gestão Escolar, que capacita o profissional para atuar em instituições de educação básica, desenvolvendo funções de direção, supervisão, coordenação pedagógica e orientação educacional e stricto sensu, para atuar na área acadêmica e de pesquisa.

Maria Teresa reforça que o mercado de trabalho tem exigido cada vez mais habilidades e competências que serão trabalhadas ao longo da formação do pedagogo, como comunicação, trabalho em equipe, criatividade, vontade de continuar aprendendo, olhar atento e sensibilidade às necessidades de aprendizagem do outro, abertura para a inovação, flexibilidade e adaptabilidade às mudanças, uso das tecnologias contemporâneas de informação e comunicação, empatia, organização e visão sistêmica dos processos educacionais.

Em relação ao mercado de trabalho, a pedagoga destaca, primeiramente, as oportunidades na docência e também na gestão. “As escolas, tanto as públicas, quanto as privadas, têm procurado cada vez mais por professores e gestores capazes de garantir a aprendizagem dos alunos”, afirma Maria Teresa. Em segundo lugar, a área empresarial: “O pedagogo, no RH de uma empresa que tem esse setor bem estruturado, auxilia os administradores e psicólogos no recrutamento e seleção dos colaboradores. Depois disso, o profissional fica responsável por planejar, executar e avaliar o aperfeiçoamento dos funcionários. O que envolve treinamentos, palestras, oficinas, cursos, dentre outros, que são organizados e avaliados pelo pedagogo. Ele pode ajudar, também a manter o bom clima organizacional, com a implementação de programas de engajamento do colaborador na empresa”, explica a coordenadora do IMEPAC.

Outras áreas interessantes de atuação do pedagogo, mas ainda pouco exploradas, são hospitais (principalmente brinquedotecas hospitalares), empresas de tecnologia (na consultoria da produção de softwares e jogos educativos) e indústrias de brinquedos. No município de Araguari há, ainda, a atuação de pedagogos sociais que atuam junto à Secretaria Municipal de Ação Social, com um trabalho de assistência e acompanhamento a famílias, podendo, também, realizar trabalhos assistenciais desenvolvidos em ONGs.

Compartilhe.

Comments are closed.