Por que peças de luxo em brechós possuem um valor mais elevado que peças comuns?

Pode ser comum olhar para dentro do closet e observar peças paradas e se perguntar o que fazer com elas, onde vende-las e se é possível conseguir um valor considerável em suas vendas. Segundo uma matéria publicada pelo site CNN, até o final de 2022 o mercado de second hand de luxo deve crescer em até 30% com relação ao ano passado, com isso é possível ver que o mercado de brechós de luxo tem sido cada vez mais explorado e procurado por consumidores para desapegarem de suas peças de grife e com isso pode acabar surgindo questionamentos com relação a precificação destes produtos.

O preço de artigos de luxo vendidos em brechós pode ser um assunto causador de dúvida e confusão nos consumidores quanto ao alto valor colocado em peças usadas de segunda mão. Pode-se subentender que brechós sempre possuirão aquela característica de vender valores mais baixos, porém nem sempre poderá ocorrer dessa forma.

Peças de luxo podem possuir um custo mais elevado por vários motivos e nessa entrevista, Tatiane Roque, CEO da empresa Brechó Closet de Luxo explica as questões que levam as peças em brechós de luxo a terem um alto custo e como usar esses valores a seu favor.

Tatiane, como é feita a precificação dos artigos como bolsas e sapatos em brechós de luxo?

A precificação dos artigos de luxo é feita baseada em uma série de fatores, como por exemplo: modelo da peça em si, coleção (se regular ou edição especial), ano de fabricação, exclusividade na distribuição da peça e principalmente estado de conservação.

Pode-se dizer que os valores das peças acompanham seu valor de mercado?

Sim, eles costumam acompanhar o valor de mercado. Quando a marca de luxo se valoriza, vemos seus produtos, mesmo os que já saíram de linha ou mais vintage, acompanhando essa valorização.

Além dos nomes das marcas que as peças levam, o que mais agrega valor a elas?

Os fatores que mais agregam valor são: o tipo de material com o qual aquela peça foi fabricada (os que são feitos com materiais exóticos possuem um preço muito mais elevado), a escassez da peça no mercado (algumas peças são tão exclusivas que são colocadas à venda poucas unidades no mundo inteiro) ou até mesmo a peça ser de uma edição muito especial.

As peças de luxo se valorizam com o tempo?

Sim, a tendência é que as peças de luxo, se bem cuidadas e em excelente estado, acompanhem e carreguem consigo o peso e valorização da sua grife. Isso costuma acontecer até mesmo em peças mais antigas, as chamadas vintage.

Então é possível utilizar peças de luxo como uma forma de investimento?

Sim, com certeza. Hoje em dia temos um mercado enorme de revenda de peças de luxo, o chamado Luxury Second Hand. A revenda geralmente ocorre algum tempo considerável após a aquisição do produto, fazendo com que a marca dele já tenha se valorizado. Como consequência disso, o preço obtido na revenda da peça (o famoso repasse) pode vir a ser maior do que o valor pago nela anteriormente, gerando lucro na transação.

Para saber mais basta acessar o site www.brechoclosetdeluxo.com.br