Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

A cerimônia de premiação coincide com o início da semana de sustentabilidade 2023, em Abu Dhabi, e contou com a presença do S.A. tenente-general Sheikh Saif bin Zayed Al Nahyan, vice-primeiro-ministro e ministro do interior; S.A. Sheikh Mansour bin Zayed Al Nahyan, vice-primeiro-ministro e ministro do Tribunal Presidencial; S.A. Sheikh Theyab bin Mohamed bin Zayed Al Nahyan, membro do Conselho Executivo de Abu Dhabi; S.A. Sheikh Hamdan bin Mohamed bin Zayed Al Nahyan; Sheikh Mohammed bin Hamad bin Tahnoun Al Nahyan, assessor de assuntos especiais do ministério presidencial; Sheikh Nahyan bin Mubarak Al Nahyan, ministro da tolerância e coexistência; junto com um número de Sheiks e funcionários de alto nível. Além disso, estavam presentes chefes de estado, ministros e outros dignitários de alto nível dos Emirados Árabes Unidos e no exterior, além dos vencedores anteriores, e os finalistas de 2023.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20230116005481/pt/

Winners of the 2023 Zayed Sustainability Prize were recognised in Abu Dhabi on January 16, 2023 (Photo: AETOSWire)

Sheikh Mohamed bin Zayed parabenizou os vencedores nas cinco categorias, reafirmando o papel do Prêmio como um catalisador global para a sustentabilidade e ação humanitária.

Em suas observações na cerimônia de premiação, disse: “Os Emirados Árabes Unidos

continuam a liderar importantes iniciativas globais no centro de nossa missão de criar um futuro melhor para todos, tanto dentro dos Emirados Árabes Unidos quanto além das fronteiras de nossa nação. A ambição ousada do Prêmio Zayed de Sustentabilidade permanece na vanguarda desses esforços. Criando um caminho para a entrega de mudanças de vida, ajuda humanitária e soluções para comunidades em todo o mundo.”

Sheikh Mohamed bin Zayed destacou como esse ano, que marca 15 anos do Prêmio, também será um ano histórico para o EAU, que se prepara para sediar a 28ª sessão da Conferência das Partes (COP 28) da UNFCCC (Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima). Neste cenário, os Prêmios deste ano servirão como um importante lembrete da necessidade de uma maior colaboração internacional para mobilizar a ação climática e criar oportunidades de desenvolvimento econômico e social sustentável em todas as nações, incluindo o sul global.

Sua alteza continuou: “Nos últimos 15 anos, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade construiu com sucesso o legado do Pai Fundador dos Emirados Árabes Unidos, Sheikh Zayed, e levou adiante sua ousada visão humanitária, garantindo que os recursos de nossa grande nação sejam totalmente usados para o benefício de todas as pessoas do mundo. Hoje, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade é um prêmio reconhecido internacionalmente que mobiliza inovadores, empreendedores sociais e jovens, para acelerar mudanças positivas em nosso planeta e em todas as pessoas”

O Prêmio de US$ 3 milhões é o Prêmio global pioneiro em sustentabilidade dos Emirados Árabes Unidos que reconhece e recompensa pequenas e médias empresas, organizações sem fins lucrativos e escolas secundárias (ensino médio) em todo o mundo que oferecem soluções impactantes, inovadoras e inspiradoras nas categorias de saúde, alimentos, energia e água.

Através dos seus 96 ex-vencedores, o Prêmio já transformou a vida de mais de 378 milhões de pessoas ao redor do mundo desde 2008, inclusive no Vietnã, Nepal, Sudão, Etiópia, Maldivas e Tuvalu. Nas categorias Saúde, Alimentos, Energia e Água, cada vencedor recebe US $600 mil, enquanto a categoria de escolas secundárias, tem seis vencedores, representando seis regiões do mundo, com cada vencedor recebendo até US $100 mil.

Sua alteza também enfatizou a necessidade de desenvolver jovens brilhantes e pensadores críticos e líderes na sustentabilidade, e elogiou a categoria escolas secundárias do Prêmio global, que capacita os jovens a desempenhar um papel ativo no apoio ao desenvolvimento socioeconômico de suas comunidades.

Na categoria Saúde, a Associação Expedicionários da Saúde (EDS), do Brasil, conquistou o Prêmio pelo Complexo Hospitalar Móvel, que oferece atendimento médico e cirúrgico especializado a comunidades indígenas geograficamente isoladas na Amazônia. O objetivo do Complexo Hospitalar Móvel é chegar às áreas mais difíceis da Amazônia, garantindo a segurança e o conforto dos pacientes e a excelência na qualidade dos serviços prestados. Ao longo de seis expedições de 2015 a 2022, a organização sem fins lucrativos realizou mais de 1.900 cirurgias que melhoraram os resultados de saúde, incluindo a melhoria da visão após a cirurgia de catarata.

A Ÿnsect, da França, foi a vencedora na categoria Alimentos, por seu importante trabalho em proteínasàbase de insetos e fertilizantes naturais. A PME produz proteínas de insetos e fertilizantes naturais na primeira fábrica de insetos do gênero na Europa, equipada com agricultura vertical inovadora e configuração integrada de biorrefino. A Ÿnsect processa duas espécies de insetos (molitor e bicho-da-farinha de búfalo) em ingredientes de alta qualidade e alto valor para toda a cadeia alimentar – plantas, peixes, animais de criação, animais de estimação e humanos. Atualmente, a Ÿnsect está construindo uma nova fábrica na França e opera outras duas unidades na França e na Holanda. Até 2025, a PME terá capacidade para produzir mais de 1.500 toneladas de proteína por mês.

Nos últimos cinco anos, a Ÿnsect melhorou a vida de 30 milhões de pessoas, fornecendo produtos de nutrição premium, naturais e sustentáveis para a piscicultura (como uma alternativa para alimentação de peixes para atender às necessidades de abastecimento alimentar da aquicultura) e nutrição humana. A planta de demonstração operada atualmente produz 30 toneladas de proteína por mês.

Na categoria Energia, a NeuroTech, sediada na Jordânia, desenvolveu algoritmos baseados em Al com um sistema de transação baseado em blockchain para trazer acessoàenergia confiável aos campos de refugiados. A PME utiliza o conceito de compartilhamento de energia, separando as cargas elétricas em fluxos de baixa e alta prioridade. Assim, os beneficiários têm a garantia de receber sua energia vital, e a energia extra vai para alimentadores de baixa prioridade, conforme a disponibilidade de energia. O gerenciamento e controle de energia aumentam a tensão da eletricidade e a conscientização do consumidor sobre a eletricidade.

Durante sua fase piloto, a NeuroTech ajudou a fornecer energia elétrica para mais de 10.000 refugiados sírios em Azraq. Ao otimizar o uso e a distribuição de energia, a NeuroTech ajudou a reduzir a pressão na principal seção respiratória do hospital do campo, disponibilizando eletricidade 24 horas por dia, 7 dias por semana. Os pacientes agora podem usar um nebulizador pessoal, um dispositivo médico usado durante a pandemia de COVID-19 e para pessoas com doenças respiratórias crônicas.

A LEDARS (Sociedade de Desenvolvimento Ambiental Local e Pesquisa Agrícola), uma ONG de Bangladesh, garantiu a vitória na categoria Água por seu modelo integrado de gestão de recursos hídricos que resolve problemas de escassez de água em áreas propensas a desastres. Sua combinação de tecnologias ajuda a transformar as comunidades em Bangladesh, para que as pessoas possam ter acesso a água potável segura e meios de sustentos inteligentes em relação ao clima.

Com o apoio da LEDARS, 5.250 biofiltros de areia, 65 tanques de filtros de areia, 185 sistemas de coleta de água da chuva e 69 tanques protetores foram instalados em comunidades em Bangladesh, apoiando o cultivo de arrozais e vegetais durante todo o ano em terras que foram antes estéril. As iniciativas da LEDARS criaram acesso a água potável para pelo menos 15.881 famílias. Com essa solução, mais de 12 milhões de litros de água foram economizados.

O presidente do júri e ex-presidente da República da Islândia, Ólafur Ragnar Grímsson, disse: “Os vencedores deste ano demonstraram um novo nível de criatividade e ambição em suas soluções para enfrentar os desafios globais urgentes. Estamos confiantes de que esses vencedores proporcionarão um impacto significativo e escalável nas comunidades em todo o mundo e, por sua vez, vão acelerar importantes metas de ação climática para ajudar a garantir um futuro sustentável para todos”.

H.E Dr. Sultan Ahmed Al Jaber, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada dos EAU e Diretor Geral do Prêmio Zayed de Sustentabilidade, disse: “Desde que a liderança de nossa nação estabeleceu o Zayed Prêmio de Sustentabilidade, há 15 anos, o Prêmio tornou-se um dos principais apoiadores da visão dos Emirados Árabes Unidos em impulsionar a ação climática inclusiva e o desenvolvimento sustentável internacional. Ao fornecer soluções do mundo real em sustentabilidade para comunidades vulneráveis em todo o mundo, o Prêmio homenageia Sheikh Zayed contribuindo para o bem social e elevando a humanidade em escala global.”

“Nossos 106 vencedores estão impulsionando a ação para resolver os desafios mais urgentes do mundo. Através do compromisso de defender ações positivas, milhões de pessoas que viviam sem acessoàenergia, água, saúde ou alimentos no mundo em desenvolvimento agora têm recursos econômicos e sociais sustentáveis, oportunidades de desenvolvimento, incluindo acessoàeducação de qualidade, trabalho decente, crescimento econômico e melhores condições de vida”.

H.E. Al Jaber acrescentou: “Enquanto os Emirados Árabes Unidos se preparam para sediar a COP28 ainda este ano, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade representa um lembrete crítico do compromisso dos Emirados Árabes Unidos em acelerar as soluções práticas necessárias para ajudar as sociedades a mitigar e se adaptar às mudanças climáticas”.

Desde 2013, o Prêmio já premiou 46 escolas secundárias em sua categoria Global High Schools, ao redor de todo o mundo. Os alunos dessas escolas foram premiados por suas propostas de projetos autogeridos, que já foram implementados pelos jovens. Juntos, eles geraram 7,2 milhões de kWh de eletricidade, economizaram 5.700 toneladas de CO2 e impactaram positivamente mais de 400 mil pessoas em suas comunidades.

Os contemplados na categoria escolas secundárias, de 2023, são a Fundação Bios Terrae – ICAM Ubate (Colômbia), representando as Américas; Romain-Rolland-Gymnasium (Alemanha), representando a Europa e a Ásia Central; Escola de Alunos Superdotados (Iraque), representando a região do Oriente Médio e Norte da África; UWC East Africa – Campus de Arusha (Tanzânia), representando a África Subsariana; Dhaka Residential Model College (Bangladesh), representando o sul da Ásia e, Kamil Muslim College (Fiji), da região do Leste Asiático e Pacífico.

Os vencedores foram selecionados entre 4.538 participantes – um número recorde de inscrições – escolhidos por um painel de mais de 40 especialistas. Os membros do júri incluem H.E. Olafur Ragnar Grimsson, ex-presidente da República da Islândia, ministros dos Emirados Árabes Unidos, Sir Richard Branson, fundador do Virgin Group, Dr. Andreas Jacobs, presidente do INSEAD, Conselho da família Jacobs, entre outros.

Sobre o Prêmio Zayed de Sustentabilidade

O Prêmio Zayed de Sustentabilidade é o prêmio global pioneiro dos Emirados Árabes Unidos em sustentabilidade e uma homenagem ao legado do falecido fundador dos Emirados Árabes Unidos, Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan. Estabelecido em 2008, o Prêmio de Sustentabilidade Zayed visa impulsionar o desenvolvimento sustentável e a ação humanitária, reconhecendo e recompensando pequenas e médias empresas, organizações sem fins lucrativos e escolas de ensino médio que estão oferecendo soluções impactantes, inovadoras e inspiradoras nas categorias de Saúde, Alimentação, Energia, Água e Escolas Secundárias Globais.

Em 2023, o Prêmio Zayed de Sustentabilidade comemora 15 anos de impacto humanitário em todo o mundo. Através de seus 96 ganhadores, o Prêmio impactou positivamente a vida de mais de 378 milhões de pessoas em 150 países.

Contato:

Reem Diab

[email protected]

Fonte: BUSINESS WIRE

Compartilhe.

Comments are closed.