Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

O Grupo Moura conectou cerca de seis mil colaboradores em uma plataforma integrada de comunicação e serviços com o apoio da Beehome, plataforma integrada para comunicação interna, rede social corporativa e gestão de pessoas e processos. O projeto nasceu a partir da reestruturação da área de comunicação interna, iniciada há quatro anos, que expôs a necessidade de implementar um canal de comunicação instantânea.

Até então, a organização não possuía uma plataforma digital de comunicação e lidava com a dificuldade de transmitir informações para um volume significativo de trabalhadores “deskless“, ou seja, aqueles que não trabalham em uma mesa, e sim atuando nas diversas operações e atividades de uma fábrica.

Erik Ramalho, CEO da Beehome, conta que, com mais de seis mil colaboradores, alocados em sete fábricas no Brasil e Argentina e em mais de oitenta distribuidores, o Grupo Moura esbarrava no desafio de como se comunicar com os colaboradores certos, no momento ideal e de forma assertiva. 

Segundo Ramalho, a estrutura da companhia aumentava a complexidade de disseminar a informação de modo segmentado. Além do mercado automotivo, a Moura produz baterias e sistemas de acumulação de energia para as mais diversas aplicações, como motos, barcos, empilhadeiras, nobreaks, metrôs, trens, estações de telefonia, sistemas de armazenagem, entre outros. O Grupo também mantém frentes verticalizadas, como as transportadoras Log M e Bitury, e um instituto de ação social que leva o nome da fundadora, Conceição Moura.

“Com o apoio da plataforma Beehome, o grupo implementou o “Moura+”, ferramenta que se tornou estratégica para a comunicação interna, conectando simultaneamente os seus colaboradores, independentemente da função ou localização geográfica”, detalha Ramalho.

Para ele, a comunicação 360º pode ser definida como uma estratégia que visa distribuir conteúdos e informações para os colaboradores de forma global, em múltiplos canais de acesso e, principalmente, permite que a comunicação seja bilateral: a empresa e os colaboradores são capazes de produzir conteúdos e interagir com eles.

O especialista explica que a primeira etapa é selecionar uma ferramenta de comunicação interna capaz de atender à premissa básica do projeto. Para tanto, a empresa precisa levar em consideração três pilares estratégicos: diversificar o formato do conteúdo, direcioná-lo para públicos específicos e ser multitela. A seguir, ele comenta cada um dos elementos:

Diversificar formato de conteúdos

“Hoje, as pessoas estão habituadas a consumir conteúdos de vídeo em plataformas como YouTube, Instagram e TikTok, e em áudio, por meio de podcasts. Por isso, escolha uma plataforma software que permita explorar isso em seu projeto de comunicação 360”, diz ele. “Evite ficar apenas nos comunicados escritos. Por mais bem redigidos, os textos não são tão inclusivos e dinâmicos como os conteúdos multimídia”, recomenda.

Direcionar os conteúdos para públicos específicos

Ramalho destaca que é preciso utilizar uma ferramenta que permita a segmentação do conteúdo a públicos escolhidos. “Você não precisa liberar um comunicado que vai impactar apenas sua área comercial para toda a empresa. É importante que o colaborador, ao acessar o app de comunicação interna, tenha acesso a um conteúdo para impacta-lo direta ou indiretamente”.

Investir na comunicação multitela

“Expanda sua comunicação além dos limites do aplicativo ou portal de comunicação interna”, aconselha o empresário. “Planeje o uso de TVs corporativas, que irão substituir os antigos murais de avisos. Selecione uma plataforma que já oferece isso tudo de forma integrada, evitando, assim, que você tenha que gerir dois ambientes de conteúdo”, complementa.

Comunicação 360º promove conexão disseminação da cultura corporativa 

Ramalho observa que, em média, 80% da força de trabalho não está na frente de um computador. No entanto, cerca de 91% da população mundial possui smartphones. No Brasil, há mais smartphones (242 milhões) do que habitantes (214 milhões), segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O CEO da Beehome destaca que, antes da inclusão digital, era desafiador manter uma conexão permanente com o colaborador e disseminar a cultura corporativa da empresa. No momento atual, onde todos possuem celulares inteligentes, o desafio agora é motivar o engajamento do colaborador e seu consequente interesse em utilizar um aplicativo de comunicação interna de uma empresa.

“Para esse desafio, além das estratégias de conteúdo citadas, é preciso que a plataforma de software de comunicação ofereça soluções que impactem o dia a dia do colaborador com ferramentas de gamification, solicitações ao RH (Recursos Humanos), holerites, acesso a documentos importantes e canal de ouvidoria, entre outros”, afirma.

Dessa forma, todo o contexto de perfil de colaborador será impactado positivamente ao usar o aplicativo de comunicação da empresa, conclui Ramalho.

Para mais informações, basta acessar: https://www.beehome.company/pt/

Compartilhe.

Comments are closed.