A NielsenIQ, empresa líder global no fornecimento da visão mais completa e imparcial do comportamento do consumidor, e a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) anunciam uma parceria estratégica para lançamento da ferramenta Key Account Data com objetivo de estreitar relacionamento da indústria com o varejo.

A ferramenta tem a capacidade de fornecer informações granulares sobre o desempenho de determinado produto em uma região ou cadeia de varejo específica. Com isso, a indústria poderá melhorar o processo de tomada de decisão em relação a volume de fornecimento e precificação, por exemplo.

É uma forma também de responder aos desafios impostos por um ambiente macroeconômico mais complexo e por um consumidor cada vez mais rigoroso em relação a preço, marca e produto.

“A indústria quer cada vez mais aprofundar esse relacionamento e o varejo precisa cada vez mais desta maior conexão para minimizar os desafios existentes nesse ambiente econômico mais complexo”, disse o diretor de Varejo da NielsenIQ, Roberto Roberto Butragueño, que lidera o projeto.

O Key Account Data (KAD), como a ferramenta é chamada, tem como visão ser uma linguagem comum entre indústria e varejo, com dados oficiais e imparciais da NielsenIQ, com recomendação da Abras para todos os seus associados. A utilização é voltada para o desenvolvimento de planos de negócios completos e assertivos, acompanhamento da performance semana a semana, facilitando o gerenciamento de categorias e de projetos específicos. Ou seja, afinar a parceria entre varejistas e indústrias em seus mais diversos projetos em comum.

“Nossa base de dados está já completa e operacional. Tudo de forma simples fornecemos dados cruciais de região a região, varejista a varejista, loja a loja a loja e item a item”, afirmou Butragueño.

Para a Abras, a parceria estratégica possibilitará fortalecer todos os atores da indústria. “A aliança estratégica entre a ABRAS e a NielsenIQ traz para o varejo e para a indústria a informação no tempo, formato e linguagem que necessitam.”, destacou o presidente da Abras, João Galassi.