Investir em projetos sociais via leis de incentivo fiscal de forma automática na declaração do Imposto de Renda é uma realidade. Essa proposta surgiu com a parceria da Incentiv.me, startup de inovação tributária que conecta o ecossistema das leis de incentivo fiscal, e da Leoa, empresa que simplifica e ajuda no processo de declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF).

Sabendo que as leis de incentivo fiscal são mais utilizadas por pessoas jurídicas, ou seja, empresas, a parceria visa atrair e auxiliar mais pessoas a doarem parte dos seus impostos para projetos sociais em 2022 e, consequentemente, ajudem a impactar a sociedade ao seu redor. Além disso, o incentivo garante benefícios fiscais aos contribuintes, como abatimento de até 6% do imposto devido, ou seja, pagamento de menos imposto à Receita Federal, ou ainda recebimento maior da restituição.

Taxtech de inovação tributária, a Incentiv.me é especialista em leis de incentivo fiscal, oferecendo produtos e serviços a fim de solucionar as dificuldades existentes no ecossistema de leis de incentivo. Ela auxilia não apenas empresas que querem destinar parte dos seus impostos, como também proponentes que encontraram muitas dificuldades em conseguir incentivadores para os seus projetos sociais.

“Atuando com projetos sociais e culturais, precisei lidar com as diversas dificuldades que o ecossistema das leis de incentivo enfrenta. Com isso, surgiu a ideia da Incentiv.me, que nasceu com o intuito de conectar projetos sociais e patrocinadores de forma prática e segura”, declara Douglas Lopes, cofundador e CEO da Incentiv.me. Desde que foi criada, em 2016, a startup já captou cerca de R$ 155 milhões através de 40 diferentes leis de incentivo. Esse valor significa 345 projetos que saíram do papel e impactaram positivamente a sociedade.

Já a Leoa nasceu com o propósito de simplificar o processo de declaração de Imposto de Renda dos milhões de brasileiros, bem como ajudá-los a pagar menos impostos. “Uma coisa que muitos não sabem é que é possível aumentar a restituição e, até mesmo, antecipá-la, através de meios legais, os quais, geralmente, os contribuintes não ficam sabendo”, afirma Eduardo Canova, fundador e CEO da Leoa.

Apesar de ser uma obrigação de boa parte dos brasileiros, a declaração do IR ainda é dominada por poucos e por isso muitos buscam profissionais capacitados para isso. Nesse sentido, a Leoa oferece produtos e serviços que vão desde a declaração anual para pessoas físicas, a apuração mensal para investidores, o auxílio para sair da malha fina, até a ajuda para calcular o ganho de capital sobre a venda de um imóvel ou bem.

IRPF 2022

Neste ano, o período para declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física começou no dia 7 de março e vai até 29 de abril, podendo ser prorrogado. Segundo dados do Governo Federal, cerca de 31,7 milhões de contribuintes deverão enviar a sua declaração para a Receita Federal, sendo obrigatória para pessoas que receberam em 2021 rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70, e receita bruta acima de R$ 142.798,60 para atividade rural. Existem outros requisitos que se enquadram para declaração do IRPF, que podem ser conferidos no site do Governo Federal.

É importante ressaltar que, para fazer incentivos e conseguir abatimento de até 6%, é necessário, em primeiro lugar, fazer a declaração anual do Imposto de Renda pelo modelo completo. O modelo completo é indicado para quem tem muitas despesas para deduzir, como gastos com plano de saúde, educação, dependentes. Nele, é necessário informar todos os gastos e rendimentos ocorridos no ano anterior e guardar os comprovantes por, no mínimo, cinco anos.