Os alertas de especialistas para os cuidados com a pele há muito tempo seguem uma escala crescente, seja pela necessidade de prevenir doenças causadas pela ação dos raios UV ou tão-somente pela conservação de uma aparência jovem e saudável. No caso do envelhecimento, entre as maneiras de cuidar da pele para que os sinais se retardem ou, ao menos, sejam minimizados, uma das recomendações mais comuns para manter uma pele saudável é a hidratação, vista por especialistas como uma medida prática, simples de se adotar e, principalmente, eficiente.

E em períodos como o inverno, com temperaturas mais frias, vento e baixa umidade relativa do ar em função do período de estiagem, a atenção precisa ser redobrada. Quando corretamente hidratada, a pele tende a recuperar o brilho, a maciez e a elasticidade.

A farmacêutica Eliana Rosa, responsável técnica na empresa Sanfarma, ressalta que há vários agentes indicados para a hidratação da pele e alguns deles se destacam pela eficácia. “O Dexpantenol, já aprovado para uso pela Anvisa, é um deles. Também conhecido como pantenol, no corpo a substância se transforma em ácido pantotênico, do grupo das vitaminas B, e desempenha funções importantes na regeneração e manutenção das células da pele”, explica.

A substância reforça a barreira natural da pele e neutraliza o ressecamento da pele causado pelo sol. Como possui vitamina B5, o Dexpantenol, quando aplicado sobre a pele, proporciona efeitos positivos nas rugas e linhas de expressão, renovando a pele e hidratando áreas naturalmente mais ressecadas e, por vezes, descamativas do corpo, como são os casos mais comuns de cotovelos e joelhos. Em forma de pomada ou spray, a substância ajuda a restaurar a barreira cutânea, proporcionando uma pele mais macia, suave e saudável.

O uso em cuidados com a pele após procedimentos estéticos e dermatológicos, como peelings, laser e cirurgias, é outra indicação para o Dexpantenol. O ácido pantotênico auxilia na regeneração da pele danificada, promovendo uma recuperação mais rápida e reduzindo os efeitos colaterais, como vermelhidão, coceira e descamação. Sua ação suave e segura torna seu uso uma escolha frequente para esses casos.

Ação rejuvenescedora reforçada

Outro forte aliado na regeneração e manutenção de uma pele saudável é o óleo de amêndoas. Rico em ômega 9 e ômega 6, reúne ainda  vitaminas A, B1, B2, B6 e uma generosa quantidade de vitamina E. Tem função anti-inflamatória e calmante para a pele, ajudando a recuperar a oleosidade natural da pele ressecada. Entre seus efeitos estão os de amaciar, hidratar,  tonificar e melhorar a elasticidade da pele. Por isso, é muito usado por gestantes para evitar as estrias na gravidez.

A manteiga de karité e a lanolina são outros dois compostos que reforçam a barreira de proteção e ajudam a prevenir o envelhecimento precoce da pele. A manteiga de karité, rica em vitamina E, promove uma hidratação profunda e intensa da pele. Já a lanolina imita as propriedades das substâncias que existem na pele e, assim, atua na recuperação da barreira natural de proteção, promovendo hidratação e fazendo com que a pele retome sua maciez e suavidade.

Hábitos saudáveis também ajudam na hidratação

Segundo Eliana, o reforço da hidratação da pele com compostos à base de substâncias naturais como o Dexpantenol, óleo de amêndoas, manteiga de karité e lanolina (inclusive reunidos em um só produto) deve ser acompanhado de atitudes saudáveis que potencializem seus efeitos.

“Entre elas, proteger a pele do sol intenso, com o uso de protetor solar e de chapéus, no caso do rosto, adotar uma alimentação saudável, com a inclusão de frutas, legumes e verduras, e ingerir muita água são algumas medidas recomendadas”, enfatiza.

A farmacêutica reforça ainda a importância da escolha por produtos hipoalergênicos e que sejam comprovadamente testados dermatologicamente. “Isso aumenta a segurança para prevenir reações do corpo. Além disso, confiar em fabricantes experientes que possuem longa história no mercado e investem em pesquisa e tecnologia também pode ser uma boa dica”, finaliza.

Compartilhe.

Comments are closed.