Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Aos 36 anos, a estudante Isis Cristina Vieira da Costa viu sua vida se transformar ao realizar o sonho de finalizar a educação básica e, assim, entrar em uma faculdade. Atual estudante do curso superior de Serviços Sociais, na Faculdade de Educação Paulistana (FAEP), Isis concluiu o ensino médio, ainda neste ano de 2022, graças a um projeto social desenvolvido pela instituição: o Quebrada Atualizada.

Lançado em 2021, o projeto surgiu com o objetivo de promover o acesso à educação básica para jovens e adultos que não concluíram os estudos no tempo regular, valorizando a cidadania de acordo com a realidade de cada aluno, através de metodologias educacionais sociais e construtivas. Após a realização de duas edições, que resultou na formação de dezenas de alunos, o Quebrada Atualizada está em sua 3ª edição, com inscrições abertas até o dia 04/01/2023 para o preenchimento de 100 vagas.

As aulas serão ministradas na modalidade de ensino a distância (EAD), a partir de uma parceria da FAEP com o Centro de Integração da Cidadania (CIC) Oeste e Instituto Educa Mais. O projeto tem como base o programa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) desenvolvido pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, que reconhece o ensino médio remoto, mediado ou não por tecnologia, como possibilidade de acesso educacional.

De acordo com Edilaine Daniel Carvalho, professora de pedagogia da FAEP e ex-diretora do CIC Oeste, muitas pessoas na idade adulta, que não tiveram acesso à vida escolar ou não concluíram seus estudos, por diferentes motivos, trazem consigo um sentimento de desprestígio, ao se responsabilizarem pelo insucesso da vida escolar. “No entanto, com o Quebrada Atualizada, nós queremos romper essa visão, ao realizarmos o acolhimento dos alunos em uma nova relação com a aprendizagem escolar, a partir de um trabalho de resgate de sua autoestima e da conscientização de sua identidade por meio da valorização de suas origens”, completa.

Por meio do projeto, inclusive, a FAEP pretende contribuir para o desenvolvimento do bairro onde está inserida: Parada de Taipas, região periférica da zona oeste de São Paulo. É neste local onde vive a estudante Isis, que ficou sabendo do Quebrada Atualizada por meio de uma amiga. “Trata-se de uma ótima oportunidade de aprendizado e crescimento profissional, tanto para as pessoas aqui da região quanto às demais que se inscrevem no projeto”. Ela também conta que não havia conseguido concluir o ensino médio, anteriormente, pois saiu cedo da casa dos pais e precisou trabalhar para se sustentar. Esse, inclusive, é um dos principais motivos para que muitos adolescentes e adultos não consigam terminar os estudos.

Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada em 2019, dos 51,2% (69,5 milhões) de brasileiros que não completaram o ensino médio, o que corresponde a mais da metade populacional, 39,1% não o fizeram pela necessidade de trabalhar. Já a falta de interesse foi apontada por 29,2% dos entrevistados. Entre as mulheres, destaca-se ainda gravidez (23,8%) e afazeres domésticos (11,5%) como entraves para o término dos estudos.

Preocupada com a população feminina, pois, além das questões levantadas, muitas mulheres enfrentam outras situações como dependência financeira e agressão de seus parceiros, a FAEP destinará 10% das vagas para as mulheres em situação de violência doméstica. Outros 10% serão reservadas para pessoas trans e outra parcela equivalente aos estrangeiros, com o intuito de contribuir com esses grupos, diante dos problemas enfrentados por muitos na conclusão de seus estudos.  

Empresa socialmente responsável

Neste ano de 2022, inclusive, o Quebrada Atualizada foi um dos projetos responsáveis pela concessão do selo de Responsabilidade Social à FAEP. Trata-se de um reconhecimento da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) sobre as ações promovidas pela instituição, com foco no bem-estar social e desenvolvimento da comunidade em que está inserida. “A FAEP tem a missão de transformar vidas por meio da educação. Esse reconhecimento é muito importante e um impulso para darmos continuidade em nossas ações, a fim de que os alunos possam concretizar seus objetivos”, afirma Vânia Aparecida da Costa, diretora acadêmica da FAEP. A estudante Isis é um exemplo, pois sempre sonhou em atuar numa área que pudesse ajudar outras pessoas e, agora, após concluir o ensino médio, está prestes a concretizar seu objetivo, cursando Serviço Social na FAEP. “Esse projeto faz sonhos renascer”, conclui Isis.

Para participar do projeto Quebrada Atualizada é necessário ter mais de 18 anos e ter concluído o ensino fundamental em uma escola pública. Os interessados deverão consultar o regulamento, preencher uma ficha de inscrição e aguardar o contato. O critério de seleção acontecerá a partir de uma análise socioeconômica da ficha dos candidatos.

Quebrada Atualizada

Inscrições: 7/12/22 a 4/01/23

Link para mais informações

Compartilhe.

Comments are closed.