A rede de esgoto é a principal rede hidráulica de qualquer imóvel. É nela que todos os efluentes são despejados para tratamento de esgoto posterior. “Manter esta rede de esgoto desobstruída é fundamental para o bom funcionamento das demais tubulações”, afirma Gleison Pinheiro, diretor da PUMJIL, empresa que presta serviços de desentupidora de esgoto em São Paulo (SP). 

Pinheiro afirma que o verão é a época do ano que recebe a maior demanda pelo serviço. “Normalmente, chove mais em dezembro, janeiro e fevereiro, no entanto, apesar de não ser o recordista em precipitações, março ainda é um mês mais úmido do que outros causando assim muitas inundações, entupindo diversos pontos”.

De fato, o verão 2021/2022 teve grandes precipitações de chuvas, que ocasionaram alagamentos e tragédias no Nordeste e no Sudeste. Cidades do Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais e Tocantins amargam os desdobramentos de temporais desde a primeira semana de janeiro. Em Petrópolis (RJ), apenas o temporal de 15 de fevereiro fez 233 vítimas. A cidade voltou a ser castigada no dia 20 de março, com índice de 534 milímetros, o maior da história no intervalo de 24 horas.

Boas práticas podem evitar entupimentos

Segundo Pinheiro, a principal causa dos entupimentos em redes de esgotos é o descarte incorreto de detritos do dia a dia, uma vez que tudo que é jogado em ralos e pias vai diretamente para a rede de esgoto.

“Os materiais se acumulam e impedem a passagem do esgoto nas tubulações. Como resultado do entupimento da rede, o esgoto pode retornar para dentro dos imóveis e, até mesmo, causar a ruptura das tubulações”, explica.

Inúmeros são os transtornos causados por uma rede de esgoto entupida, quer seja em redes de esgoto residenciais, comerciais, industriais, condominiais ou em redes públicas. Para evitar tais problemas, a adoção de boas práticas é fundamental, complementa.

Manutenção preventiva pode prevenir entupimentos

O especialista explica que o serviço de desentupimento de esgoto ocorre com a desobstrução do cano através de vácuo e pressão, ou com a remoção feita através de equipamentos que são colocados no cano e podem puxar a obstrução para fora. Para ele, a melhor forma de evitar os incômodos causados por entupimentos é realizar o desentupimento de esgoto de forma periódica.

“O ideal é fazer o desentupimento a cada seis meses, através do hidrojateamento da rede de esgoto com bombas de alta pressão. Além disso, é recomendada a limpeza e sucção das caixas de esgoto com bombas de auto vácuo. Para tanto, é necessário procurar uma desentupidora de esgoto de confiança e que possua esses equipamentos montados em caminhões modernos e potentes”, pontua.

Desentupidoras investem em técnicas, equipamentos e treinamentos

Pinheiro conta que a procura por pessoas físicas é grande, mas a maioria dos pedidos pela prestação do serviço vem de construtoras, condomínios e perfuração de poços.

Segundo o diretor da PUMJIL, as técnicas para a realização de desentupimentos têm evoluído nos últimos anos, sendo necessário que as empresas invistam periodicamente na capacitação de novos profissionais.

Para mais informações, basta acessar: https://pumjil.com.br/