Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Entre 30 de outubro a 4 de novembro, aconteceu em Lisboa a Missão Web Summit Portugal 2022 – encontro presencial com programação que terminou na última sexta-feira (4/11). Realizada de forma conjunta pela Atlantic Hub, Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil e No Gap Ventures, a missão contou com a participação da equipe do escritório Brasil Salomão em Portugal, com unidades nas cidades de Lisboa e Porto.

Direcionada a empreendedores, executivos e empresários brasileiros de diversos setores, a Missão Web Summit 2022 tem por objetivo apresentar o mercado português, bem como incentivar oportunidades de negócios e networking entre os participantes.

Na segunda-feira (31/10), Fernando Senise, sócio-advogado, gestor do escritório em Portugal, e o advogado Alexandre Capoletti, estiverem presentes na audiência com o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, no antigo Picadeiro Real, do Museu Nacional dos Coches.

Na terça-feira, 1º de novembro, Senise cumpriu uma agenda movimentada durante a missão. Pela manhã, o destaque foi a palestra “How to do business in Portugal”, realizada na Universidade Nova de Lisboa, em Carcavelos. “A palestra trouxe orientações sobre o tema ao grupo formado pela Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, da região de Nouvelle Aquitaine, na França, e relato da experiência do escritório Brasil Salomão no que se refere aos investimentos em startups brasileiras que visam a internacionalização em Portugal e na comunidade europeia”, explica o sócio-advogado. No período da tarde, o advogado ministrou palestra no novo World Trade Center (WTC) de Lisboa, sobre a temática “Real Estate com foco no mercado português” e tratou sobre investimentos imobiliários com ênfase em Fundos e Golden Visa.

Encerrando a terça-feira, os advogados Fernando Senise e Alexandre Capoletti estiveram no Happy Hour Atlantic Connection. Momento de encontro e networking dos patrocinadores da missão: Sebrae Nacional, MDS Group, Bauc, Bossanova Investimentos, Aluarez, e que conta com o apoio jurídico de Brasil Salomão.

Na quarta-feira (2/11), a equipe do escritório marcou presença no happy hour realizado na Galeria Fidelidade Arte, no Largo do Chiado, estabelecendo oportunidades de networking com parceiros e clientes. Na sexta-feira (4/11), a missão chegou ao fim, com um encontro dos participantes no SUD Lisboa.

Durante a missão, a equipe jurídica do escritório Brasil Salomão prestou esclarecimentos aos empresários e investidores interessados no mercado português, cumprindo uma agenda variada que contempla visitas a aceleradoras e incubadoras portuguesas, apresentação dos principais incentivos financeiros e fiscais para novos negócios no país, visitas técnicas a startups e reuniões na área de inovação e empreendedorismo, entre outras ações.

Imersão de mercado

A Missão Web Summit Portugal 2022 conecta investidores brasileiros ao ecossistema do empreendedorismo português por meio de uma extensa programação, com 650 palestras, presença de 100 startups e 1.500 investidores. “Nestes dias, vivenciamos uma efervescência de experiências, com possibilidades diversificadas de negócios e muito networking”, comenta Senise.

Na ótica do advogado, “participar de uma missão como essa é fundamental para os empreendedores, pois são estabelecidas as ligações de mercado tão necessárias”, mas salienta: “essa experiência deve ser feita com quem entende do assunto, como é o caso da Atlantic Hub, instituição que faz essa aproximação entre os mercados – não só em Portugal, como para a entrada no eixo europeu de forma geral”.

Abrindo uma empresa em Portugal

Entre os assuntos abordados pelos profissionais de Brasil Salomão durante toda a missão estão questões como o regime fiscal português, benefícios fiscais locais, problemas e desafios a serem considerados no momento de instalar uma empresa no país (seja nova ou em expansão) e a importância da atenção às normas de residência fiscal em Portugal. “Chegar em Portugal e alugar uma casa para morar não significa que, automaticamente, o brasileiro se tornou domiciliado fiscal naquele país. Há processos, procedimentos e prazos a serem observados e que terão reflexos fiscais importantes”, pontua Fernando Senise.

Responsável por processos de abertura de empresas brasileiras em Portugal, o advogado lembra que o empreendedor brasileiro se sente mais confortável em avançar internacionalmente com seus negócios num país onde o idioma não seja uma barreira e onde ele consiga se comunicar de forma mais efetiva.

Presente em Portugal há mais de quatro anos, o escritório Brasil Salomão atende mais de 150 clientes, entre pessoas físicas e jurídicas, brasileiros, portugueses e de diversas outras nacionalidades.

Para mais informações, basta acessar: www.brasilsalomao.com.br e www.brasilsalomao.com.br/portugal/.

Compartilhe.

Comments are closed.