Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

Estudo revela que os empresários estão muito mais conscientes em relação à necessidade de adaptação ao mundo digital. A Pesquisa Maturidade do Marketing Digital e Vendas do Brasil, feita em 2021, aponta que 94% das empresas apostam na divulgação online como estratégia de crescimento.

Ainda segundo a pesquisa, apenas 5,5% das organizações entrevistadas afirmaram divulgar suas marcas somente através de ações tradicionais de publicidade e eventos, dados que claramente apontam as novas tendências deste mercado.

“Com o avanço tecnológico e um número cada vez maior de pessoas conectadas à internet, essa forma de anunciar tem se apresentado mais do que uma opção: uma verdadeira lei de sobrevivência entre as empresas nos últimos anos. Quadro que se intensificou ainda mais nos últimos anos”, afirma o consultor empresarial e gerente de marketing Lucas Buss.

Mas ao contrário do que pode aparentar, os custos com campanhas publicitárias não diminuíram com a transição do presencial para o online. Ainda é muito caro investir em publicidade.

Pela experiência de Lucas, “profissionais capacitados e empresas terceirizadas é um custo que nem todas as empresas podem se dar ao luxo de pagar”. Dados da Pesquisa Salarial Robert Walters de 2021 mostram que tanto os salários de cargos gerenciais quanto os pró-labores de autônomos empreendedores dessa área podem chegar a dezenas de milhares de reais por mês. “Isso só prova o quanto profissionais capacitados cobram alto por seus serviços”, conclui o consultor.

Se para quem já se estabeleceu no mercado é um alto investimento, para os micro e pequenos empreendedores anunciar seus produtos e serviços parece um sonho distante – ainda que importante. “Ser empreendedor no Brasil é uma verdadeira batalha. Quando se está no início então, tudo é mais difícil, principalmente, no que se diz respeito a custos, pois os recursos são escassos. Como os investimentos em marketing são muito importantes, cortá-los não é uma opção”, afirma Kleber Amora, cofundador da Berrymarket, empresa de desenvolvimento de software de Curitiba-Pr.

Os encartes impressos são comumente utilizados no mercado varejista, mas em razão do alto custo das impressões, tem sido repensada. 

Ainda segundo a Pesquisa, alguns segmentos de empresas investem em média de 1% a 2% do faturamento bruto em ações de marketing digital com foco em vendas. “Se isolarmos o montante gasto com os encartes em si e traduzindo para reais, uma empresa de pequeno porte, chega a gastar entre R$ 1.000 a R$ 2.500 somente com o profissional (designer). Esse dinheiro poderia ser melhor aplicado em estoque e investimentos no crescimento do negócio”, explica Kleber.

Quando se trata da publicidade de forma online, este formato tem se tornado cada vez mais acessível. O usuário baixa o aplicativo ou entra no site (que normalmente é autoexplicativo) e cria seus próprios encartes. Na prática, cada vez mais os consumidores buscam praticidade e identificação com produtos e serviços.

Compartilhe.

Comments are closed.