Warning: Attempt to read property "display_name" on bool in /home/matogrossototal.com/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/src/generators/schema/article.php on line 52

A bacia sanitária é um dos elementos de casa que mais utilizamos ao longo do dia e, por isso mesmo, é fundamental limpar e desinfetar a peça com bastante frequência. Além de manter o ambiente mais higiênico e cheiroso, a manutenção ajuda também a preservar a louça, evitando manchas.

Ronaldo Ruas, especialista de processos da Deca, explica que embora esse processo pareça fácil e deva ser constante, é comum que as pessoas utilizem produtos e materiais inadequados, danificando a bacia e deixando a louça com aspecto desgastado. O especialista aponta quatro dicas essenciais para a manutenção correta das bacias sanitárias:

01 – Escolha dos produtos de limpeza.

Antes de começar a faxina, é importante ter em mãos produtos adequados e de qualidade. Para limpezas mais completas, que podem ser feitas uma vez na semana, uma sugestão é ter sempre em casa água sanitária à base de cloro ou desinfetantes que contenham alvejante. “Além do cheirinho refrescante, esses itens ajudam a manter a louça limpa e livre de placas bacterianas por um maior período. Assim, a manutenção diária pode ser feita de maneira mais simples e rápida, deixando a limpeza mais pesada para os finais de semana”. enfatiza Ruas.

02 Soluções caseiras

A segunda dica está entre as mais populares, ao alcance de todos. Os ácidos naturais, como os do limão e do vinagre, ajudam a decompor e eliminar minerais e germes que normalmente proliferam nos vasos sanitários. “Usar combinações caseiras de vinagre com limão ou vinagre com bicarbonato de sódio, além de ser ecologicamente positivo, é uma solução barata e que deixa aquele frescor agradável no ambiente”, diz Ruas.

Para máxima eficiência, é indicado deixar as misturas agirem por 15 minutos dentro da bacia sanitária. Após esse período, basta esfregar a louça e, com o uso da descarga ou de um balde com água, fazer o enxágue, lembrando sempre da utilização de luvas ou máscaras para evitar irritações na pele ou olhos.

03 – Atenção aos detalhes

A terceira dica é muito importante quando falamos de um ambiente que, quando não é bem higienizado, pode se tornar um reduto de bactérias prejudiciais à saúde. Por isso, seja nas limpezas diárias ou semanais, a verificação das áreas internas da bacia faz toda a diferença.

“Sempre após a utilização do banheiro, a dica é passar uma esponja ou escova de base macia para eliminar os pequenos depósitos que podem se formar na cerâmica, especialmente próximo às bordas. Manter uma escova em desinfetante com alvejante no banheiro ajudará nessa tarefa, que não deverá levar mais que alguns segundos”, salienta. E independentemente dos produtos de limpeza utilizado, o enxague de toda a superfície é importante para remoção dos produtos em excesso.

4 – O que não fazer

Ronaldo finaliza com a quarta dica, a fim de evitar danos à louça e à estrutura da sua bacia. “Primeiramente, quando se tem uma bacia de cerâmica clara, é importante não deixarmos produtos com resíduos coloridos muito tempo em contato, assim, evitamos manchas que podem se tornar difíceis de eliminar”.

Além disso, esponjas de aço ou escovas com cerdas duras ou metálicas não devem ser utilizadas. Esses materiais podem arranhar e criar fissuras indesejadas, trazendo problemas ainda maiores no futuro. Por fim, mas não menos relevante, é necessário evitar também o descarte inapropriado de materiais. “A descarga de maquiagem, óleos, pilhas, sacolas plásticas ou absorventes íntimos pode entupir ou danificar a bacia, além de prejudicar o meio ambiente de maneira imensurável”, conclui Ronaldo.

Compartilhe.

Comments are closed.