A Databricks firmou um acordo para adquirir a MosaicML, plataforma especializada em IA generativa. Juntas, as empresas tornarão a IA generativa acessível para diversas organizações, permitindo que elas criem, guardem e cuidem de modelos dessa tecnologia com dados próprios. A transação está avaliada em aproximadamente R$6.2 bilhões (US$ 1,3 bilhão) incluindo pacotes de retenção.

A MosaicML é especializada em modelos de linguagem de última geração, ou LLMs (do inglês, Large Language Models), os chamados MPTs, que usam a Inteligência Artificial para criar textos, imagens e muito mais. Com mais de 3,3 milhões de downloads do produto MPT-7B da empresa e o recente lançamento do MPT-30B, a MosaicML permite que as organizações criem e treinem seus próprios modelos de linguagem usando dados de forma econômica. Clientes como a AI2 (Allen Institute for AI), a Generally Intelligent, a Hippocratic AI, a Replit e a Scatter Labs hoje usam o MosaicML em diversos casos de implementação de IA generativa.

“Toda organização deve poder se beneficiar da transformação da IA com mais controle sobre como seus dados são usados. Juntas, a Databricks e a MosaicML têm a oportunidade de democratizar a Inteligência Artificial e tornar a Lakehouse o melhor lugar para criar IA generativa e LLMs”, comemorou Ali Ghodsi, cofundador e CEO da Databricks.

Empresas contam com uma maneira simples e rápida de criar, manter e proteger modelos de IA

Atualmente, o mercado está buscando a melhor forma de usar IA generativa e os LLMs. Consequentemente, líderes estão pensando em como aproveitar essas inovações e, ao mesmo tempo, manter o controle dos recursos mais preciosos: os dados. Tanto empresas quanto executivos querem ser capazes de criar, manter e proteger seus próprios modelos. 

A plataforma Lakehouse da Databricks, combinada com a tecnologia da MosaicML, visa permitir tudo isso sem altos investimentos. De acordo com a MosaicML, a otimização automática do treinamento de modelos de IA proporciona uma evolução de duas a sete vezes mais rápida em comparação com as abordagens padrão. Combinado com o escalonamento quase linear dos recursos, modelos de bilhões de parâmetros podem ser treinados em horas, em vez de dias. Por meio da união entre a Databricks e a MosaicML, esse treinamento e o uso de LLMs custarão milhares de dólares. 

Visão compartilhada da Databricks e MosaicML

Espera-se que toda a equipe da MosaicML, incluindo o time de pesquisa, se junte à Databricks após a conclusão da transação. Os especialistas em Machine Learning e redes neurais da empresa adquirida hoje realizam pesquisas com foco em IA para melhorar a eficiência do treinamento de modelos generativos. A equipe está por trás de alguns dos modelos de código aberto mais populares e avançados da atualidade, como o MPT-30B, bem como dos algoritmos de treinamento que alimentam os produtos da MosaicML. 

A plataforma da MosaicML será dimensionada e integrada ao longo do tempo para oferecer aos clientes uma solução unificada e contínua, na qual os usuários poderão desenvolver, gerenciar e proteger seus modelos de IA generativa. A Databricks e a MosaicML ainda têm o objetivo de oferecer aos clientes mais opções para criar seus próprios modelos, treiná-los com dados exclusivos e criar um IP diferenciado para os negócios.

Compartilhe.

Comments are closed.